Últimas Notícias em destaque

Voltar

3ª Vara da Mulher da Capital é inaugurada no Fórum do Recife

 
O presidente do TJPE, desembargador Frederico Neves, ressaltou que a nova unidade irá permitir uma solução mais rápida e segura para processos de violência doméstica e familiar
 
 
Nesta segunda-feira (18/1), a capital pernambucana passou a contar com mais uma vara judiciária voltada para a resolução de crimes praticados contra as mulheres. A solenidade de inauguração da 3ª Vara de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher do Recife teve início às 9h, com a presença do presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Frederico Neves. 
 
A unidade judiciária vai desenvolver suas atividades no Fórum Rodolfo Aureliano, das 7h às 13h. A juíza Eliane Carvalho assume a titularidade da vara, que também contará com a atuação de sete servidores do Judiciário. Na solenidade, a magistrada falou de sua experiência no âmbito criminal e afirmou que chega à 3ª Vara da Mulher do Recife para somar. "Vamos ajudar na diminuição do acervo de processos de violência contra a mulher", ressaltou. 
 
Na solenidade, a juíza da 1ª Vara da Mulher do Recife, Ana Mota, expressou sua satisfação com a inauguração de mais uma unidade para combater a violência de gênero na Capital. "Nós, que trabalhamos no combate à violência contra a mulher, estamos muito felizes ao ver que o Tribunal de Justiça de Pernambuco está fazendo um trabalho excelente. A criação dessa vara protegerá ainda mais a mulher recifense", afirmou a juíza. 
 
Na ocasião, a desembargadora Dayse Maria de Andrade Costa Pereira falou do trabalho que o TJPE vem efetuando no sentido de priorizar o julgamento de processos que envolvem violência doméstica contra a mulher. "Sinto uma especial satisfação com essa inauguração. Nós temos trabalhado muito, tanto no 1º quanto no 2º Grau da Justiça estadual, para priorizar as ações que envolvem crimes contra as mulheres. Estamos atentos no sentido de minimizar a violência doméstica em Pernambuco", disse. 
 
O chefe do Poder Judiciário pernambucano, desembargador Frederico Neves, fez um breve balanço de sua gestão e falou da satisfação em inaugurar a 3ª Vara da Mulher do Recife, ressaltando o alto número de crimes cometidos contra as mulheres no Brasil. 
 
"Nós, do Poder Judiciário de Pernambuco, estamos prontos a fazer o melhor para a sociedade. Percebemos o número crescente de processos resultantes de crimes cometidos contra as mulheres no Recife e chegou o momento de nos voltarmos para isso. Nossa resposta é a instalação dessa nova unidade que irá permitir uma solução mais rápida e segura", disse Frederico Neves. 
 
De acordo com pesquisa realizada em dezembro de 2015 pelo Sistema Informatizado de Movimentação e Acompanhamento Processual do 1º Grau do TJPE, a 1ª Vara de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher do Recife possui 8.697 processos em tramitação; já a 2ª Vara da Mulher da Capital tem um acervo de 13.173 processos. Com a criação da 3ª Vara da Mulher, os processos das duas unidades passarão por uma redistribuição de forma que as três unidades passem a ter números equitativos de ações judiciais. 
 
Mudança – A partir do dia 1º de fevereiro, a 1ª Vara da Mulher do Recife também passará a funcionar no Fórum Rodolfo Aureliano, das 13h às 19h. A 2ª Vara da Mulher do Recife segue com sua atuação na Rua Dom Manoel Pereira, nº 170, Santo Amaro. 
 
Interior – Na última quinta-feira (14/1), o TJPE inaugurou a Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Caruaru. Esta foi a primeira unidade judicial especializada no direito da mulher a ser instalada no interior e a oitava do Estado. Em fevereiro, haverá a inauguração da Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Petrolina.