Notícia Destaque

Voltar

Ação de conscientização sobre autismo

Equipes do Memorial TJPE, do grupo Super Mães e do ComPaz reunidas no Memorial da Justiça
Reunião tratou da organização de exposição sobre autismo 
 
O Memorial da Justiça do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) firma, mais uma vez, parceria com o grupo Super Mães na promoção da exposição "Transtorno do Espectro Autista (TEA): conscientizar e garantir o cumprimento das leis é preciso", encaminhando a mostra do Memorial para o Centro Comunitário da Paz (ComPaz), que será recebida na unidade Governador Eduardo Campos, localizada na avenida Aníbal Benévolo, s/n, bairro de Santa Terezinha, na Zona Norte do Recife. A abertura acontecerá na terça-feira (26/7), a partir das 15h.
 
A mostra itinerante – composta por 16 banners, que ilustram em fotos a interação de mães com os filhos autistas – é uma das principais iniciativas do Super Mães. O grupo surgiu nas redes sociais há menos de dois anos e atualmente reúne cerca de 180 mães de crianças que têm diagnóstico de autismo. Além da exposição, será promovido um debate sobre as leis brasileiras que garantem o direito dos autistas no país, assim como aspectos culturais e médicos do reconhecimento do transtorno.
 
Para definir os detalhes finais da exposição, representantes do Memorial, do Super Mães e do Compaz se reuniram, na segunda-feira (18/7), na sede do órgão do TJPE. Pelo Tribunal, a gestora Mônica Pádua e a chefe do Núcleo Educativo, Gabriela Severien buscam, com apoio dos parceiros, organizar uma exposição que "tecnicamente atinja o público de 8 a 80 anos". Ainda segundo a pedagoga, o Memorial busca contribuir para a aproximação entre a sociedade e o Judiciário. "Trabalhamos a sensibilização para questões como o autismo e essa exposição realiza isso por meio de imagens, abordando inclusive alguns pontos das legislações estadual e federal, relacionadas aos direitos das pessoas com Transtorno de Espectro Autista", detalha.
 
A coordenadora do Super Mães, Paula Carolina Aleixo, destaca a importância de iniciativas como a exposição e a aproximação com outros setores. "Há pessoas que desconhecem que seus filhos possam ter o transtorno, e outros precisam de apoio para não o negar em suas crianças", lembra a coordenadora. "Cada autista é diferente do outro. Portanto, a troca de informações é muito importante para os seus pais, pois o diagnóstico precoce é crucial para que a criança seja tratada e tenha os efeitos da doença minorados com o tempo. Estima-se que já há milhões de autistas no Brasil", destaca Paula Aleixo.
 
Serviço
 
Exposição "Transtorno do Espectro Autista (TEA): conscientizar e garantir o cumprimento das leis é preciso"
Dia e data: Terça-feira (26/7)
Horário: A partir das 15h
Local: ComPaz Eduardo Campos
Endereço: Avenida Aníbal Benévolo, s/n, bairro de Santa Terezinha, na Zona Norte do Recife
.........................................................................................
Texto: Memorial da Justiça
Foto: Ivson Lira | Agência Rodrigo Moreira