Notícias

Voltar

Bairro do Bongi ganha nova Casa da Justiça

 
Presidente Frederico Neves inaugurou a nova unidade da Casa de Justiça, que desenvolverá suas atividades na Zona Oeste do Recife, em parceria com a Acmepe
 
 
O bairro do Bongi, no Recife, conta, agora, com uma Casa da Justiça e Cidadania. Instalada pelo presidente do Tribunal e Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Frederico Neves, nesta quarta-feira (3/2), a unidade busca promover o desenvolvimento de ações voltadas à efetiva participação do cidadão e da comunidade na solução de seus problemas, além de aproximar o Poder Judiciário da sociedade. A iniciativa é fruto de uma parceria entre o Tribunal e a Associação dos Cônjuges de Magistrados do Estado de Pernambuco (Acmepe).
 
A Casa da Justiça começa a funcionar após e Carnaval, na Rua Acajutiba, nº 43, das 8h às 14h, inicialmente. Esta é a terceira unidade instalada pelo TJPE e a segunda criada na atual gestão. As demais funcionam no bairro do Coque, também no Recife, e no Carmo, em Olinda. No espaço, a população vai receber orientação jurídica, informações acerca dos seus direitos como cidadãos, atendimento social e psicológico, além de ações de cidadania, como retirada de documentos e atendimento em saúde.
 
Segundo o presidente do Tribunal, desembargador Frederico Neves, a iniciativa busca melhorar o atendimento oferecido à população. "O Judiciário não deve atuar apenas naqueles conflitos já judicializados, mas se antecipar à demanda e promover a resolução dos problemas ainda na fase pré-processual. Por isso, estou muito feliz com a inauguração de mais esta unidade ao final desta gestão, que buscou, nestes dois anos, prestar um serviço público mais eficiente para a sociedade", destacou.  
 
O nome da Casa homenageia uma colaboradora da Acmepe já falecida, que manteve uma creche no mesmo espaço. Maria Íris de Lima Sá Sampaio foi representada na solenidade pelo marido, desembargador aposentado Francisco Sampaio. "Íris sempre procurou trabalhar em benefício na coletividade e, desta forma, construiu sua história. Gostaria de agradecer a homenagem feita a ela neste momento", disse.
 
O imóvel, que pertence à Associação, foi cedido ao Tribunal gratuitamente. De acordo com a presidente da Acmepe, Márcia Porto Carreiro Neves, a unidade irá beneficiar os moradores da comunidade do Bongi. "Com certeza, esse espaço ajudará muito o povo que vive nessa comunidade tão carente e que, agora, terá oportunidade de receber apoio psicológico, jurídico e social. Agradecemos ao Tribunal pela parceria neste projeto", afirmou.
 
Também participaram na inauguração o coordenador geral das Centrais de Conciliação Mediação e Arbitragem, juiz Ruy Patú, o desembargador José Carlos Patriota Malta, os desembargadores aposentados Helena Caúlo e Aquino de Farias e as colaboradoras da Acmepe France Siqueira, Tereza de Melo e Lima, Madalena Patriota e Maria Moraes, além de servidores do Tribunal e membros da comunidade.
 
...................................................................................
 
Texto: Rebeka Maciel | Ascom TJPE
 
Foto: Assis Lima | Ascom TJPE