Notícias

Voltar

Comissão de Direitos Humanos visita Centro de Atendimento Socioeducativo do Cabo

Integrantes do TJPE conversaram com equipes de trabalho e reeducandos

Integrantes do TJPE conversaram com equipes de trabalho e reeducandos

A Comissão de Direitos Humanos do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) inspecionou, na última sexta-feira (18/5), o Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) do Cabo e as obras do Cabo II, previsto para começar a operar em julho, localizados na cidade do Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife. "É importante garantir não só o bom atendimento aos adolescentes que cumprem medida socioeducativa, mas também a sua reintegração efetiva à família e à sociedade. Combater a reincidência é essencial", destacou o presidente da Comissão do TJPE, desembargador Bartolomeu Bueno. Confira mais fotos da visita no álbum do Judiciário pernambucano no Flickr.

Durante atividade, o magistrado também falou sobre o período em que era juiz de Vara da Infância e Juventude da Capital e dos desafios enfrentados para a implementação das diretrizes apontadas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) no País. Juntamente com o membro da Comissão, desembargador Waldemir Tavares de Albuquerque Filho; o juiz da Vara de Execuções de Penas Alternativas (Vepa), Flávio Fontes; e o secretário da Comissão de Direitos Humanos, João Passos, o desembargador Bartolomeu Bueno visitou alojamentos, salas de aula, espaços para refeições e ambientes de oficinas profissionalizantes.

Para a presidente da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), Nadja Alencar “visitas como esta, de uma comissão de tão alto nível, são importantes para as nossas ações. O controle externo é vital". A gestora, no decorrer da visita, esclareceu que, além do Case Cabo II, estão sendo erguidos os Cases Jaboatão II e Recife, e realizada uma futura seleção para contratar 496 agentes socioeducativos. O secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Cloves Benevides; o coordenador de Segurança da Funase, coronel Jonas Barbosa; e a coordenadora do Case Cabo, Tatiane Moraes, também acompanharam a inspeção.

.........................................................................................................................................................
Texto: Izabela Raposo | Ascom TJPE – Com informações do Governo de Pernambuco
Fotos: Assis Lima | TJPE