Notícias

Voltar

Corregedor Geral da Justiça de Pernambuco realiza inspeção institucional no sertão do Estado

Desembargador corregedor Roberto Ferreira Lins discursa em auditório
Desembargador corregedor Roberto Ferreira Lins inicia correição no Sertão do estado
 
O corregedor geral da Justiça de Pernambuco, desembargador Roberto Ferreira Lins, começou, nessa segunda-feira (4), inspeção institucional por 15 comarcas do sertão do Estado. O objetivo da visita é, além da interação com os servidores e magistrados sobre os processos em andamento nas comarcas com o objetivo de melhorar a prestação ao cidadão, agilizar as metas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). 
 
As metas enfatizadas pelo corregedor durante as inspeções nas comarcas do interior são a "meta 1", julgar quantidade maior de processos do que os distribuídos no ano corrente, e a "meta 4", na justiça Estadual, priorizar o julgamento de 70% das ações de improbidade administrativa e das ações penais relacionadas a crimes contra a administração pública. "A meta 1 prevista pelo CNJ para 2016 tem o objetivo de julgar mais processos do que aqueles que foram distribuídos", destacou o corregedor Roberto Lins em entrevista ao G1 Petrolina. 
 
A primeira cidade a receber a visita do desembargador Roberto Lins e da comitiva, composta pelo juiz assessor especial da Corregedoria Luiz Rocha, do juiz auxiliar da 1ª Entrância Marcus Vinícius Nonato e de servidores do órgão, foi Petrolina. 
 
A comitiva visita, nesta terça-feira (5), as cidades de Lagoa Grande, Santa Maria, Orocó, Cabrobó e Salgueiro. As outras comarcas que vão passar pela inspeção são Parnamirim, Ouricuri, Trindade e Araripina na quarta (6), Serra Talhada, Flores, Custódia e Arcoverde na quinta-feira (7) e, na sexta (8), a cidade de Pesqueira. 
 
A presença do corregedor Roberto Lins foi destaque na imprensa de Petrolina. A TV Grande Rio e o portal G1 Petrolina realizaram a cobertura do evento e o material produzido pode ser visto aqui e aqui
................................................................................
Texto: Camila Brandão | Ascom CGJ
Foto: Amanda Franco | G1