Notícias

Voltar

Corregedor geral da Justiça visita Orquestra Criança Cidadã junto a corregedora nacional



Desembargadores Eduardo Paurá e Frederico Neves observaram, com a ministra Nancy Andrighi, trabalho social desenvolvido no projeto pernambucano


 
O corregedor geral da Justiça de Pernambuco, desembargador Eduardo Augusto Paurá Peres, visitou, na manhã desta segunda-feira (20), as dependências do projeto Orquestra Criança Cidadã, no bairro do Cabanga, no Recife. Paurá acompanhou a corregedora nacional de Justiça, ministra Fátima Nancy Andrighi, no tour pelas dependências da Orquestra. O presidente do TJPE, desembargador Frederico Neves, prestigiou a visita. O presidente da ONG Criança Cidadã, Des. Nildo Nery dos Santos, e o juiz corregedor João Targino, que coordena o projeto social, guiaram as autoridades.

Antes de assistir à execução das peças populares "Chegança", de Benny Wolkoff, e "Lamento Sertanejo", de Dominguinhos, Eduardo Paurá foi apresentado à Escola de Formação de Luthier e Archetier da Orquestra. O juiz João Targino comentou que a instalação é uma das três existentes no Brasil. Encantado, o corregedor geral da Justiça observou os instrumentos de cordas fabricados pelas mãos dos jovens aprendizes. O professor e luthier João Batista de Lima mostrou, também, o primeiro violino de pau-brasil do mundo, que se encontra em exibição na escola.

A relação entre Judiciário pernambucano e Orquestra Criança Cidadã é antiga. O desembargador Nildo Nery criou o projeto enquanto era presidente do TJPE, no biênio 2000-2002. Desde então, o apoio continua, estendendo-se a todos os órgãos institucionais. "A Corregedoria Geral da Justiça é parceira da Orquestra. Acreditamos no poder de transformação que a música detém. É muito importante que todo o Judiciário esteja atento e reconheça ações sociais de destaque", comentou Eduardo Paurá.

O projeto - A Orquestra Criança Cidadã é um projeto social gerido pela Associação Beneficente Criança Cidadã (ABCC) que visa ao resgate social de crianças carentes através da música. O Projeto atende gratuitamente a 330 jovens, entre 6 e 24 anos. Os alunos recebem aulas de instrumentos de corda, percussão, teoria musical, flauta doce e canto coral, além de instrumentos de sopro – flauta transversa, oboé, clarinete, trompa e fagote. O programa conta ainda com apoio pedagógico, atendimento psicológico, médico e odontológico, aulas de inclusão digital, fornecimento de três refeições por dia e fardamento.

...........................................................................................................................................................................

Texto e Foto: Mariane Menezes | Orquestra Criança Cidadã, colaboração para Ascom CGJ