Notícias

Voltar

Desembargador Évio Marques toma posse formal no Tribunal de Justiça

O presidente do TJPE Leopoldo Raposo observa Évio Marques assinar o termo de sua posse como desembargador

O presidente do TJPE Leopoldo Raposo observa Évio Marques assinar o termo de sua posse como desembargador

O presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Leopoldo Raposo, promoveu, na terça-feira (23/01), a posse formal do desembargador Évio Marques da Silva. A cerimônia, que ocorreu no Gabinete da Presidência, no Palácio da Justiça, Recife, foi prestigiada por desembargadores, juízes, dirigentes e servidores do TJPE. “Sinto-me muito honrado em ocupar o cargo, após 32 anos de magistratura, e continuar a conviver com colegas a quem admiro”, declarou Évio Marques.

O evento foi iniciado com o juramento tradicional do novo desembargador em que ele se compromete a defender a Constituição Federal e Estadual, dentro do espírito de bravura e patriotismo que caracteriza o povo pernambucano. Após a leitura do Termo de Posse pelo secretário Judiciário Carlos Gonçalves e sua subscrição pelo desembargador Évio Marques e pelo desembargador Leopoldo Raposo, coube ao desembargador Antenor Cardoso a saudação de boas-vindas ao novo desembargador.

A cerimônia foi finalizada com o pronunciamento do presidente Leopoldo Raposo que desejou sucesso a Évio Marques, declarando que “tem a certeza de que Évio Marques desempenhará a atividade com a competência e seriedade que lhe são reconhecidas”. O primeiro vice-presidente e próximo presidente do TJPE, desembargador Adalberto de Oliveira Melo; e o deputado estadual José Humberto também compareceram à solenidade.

Entre os desembargadores presentes, estiveram Bartolomeu Bueno, Marco Maggi, Fernando Cerqueira, Fernando Cerqueira, Luiz Carlos Figueiredo, Alberto Virgínio, Cândido Saraiva, Antenor Cardoso, José Carlos Patriota, Eurico de Barros, Eduardo Sertório, José Ivo Guimarães, Roberto Maia, Daisy Andrade, Eudes França, Waldemir Tavares de Albuquerque, Sílvio Neves Baptista Filho, Sílvio Beltrão e Demócrito Ramos Reinaldo Filho.

O desembargador Évio Marques da Silva foi promovido por antiguidade. Com a sua posse, o Tribunal volta a ter 52 magistrados em sua composição. De acordo com o Ato TJPE º 86/2018, o desembargador irá atuar na 2ª Câmara Regional, sediada na Comarca de Caruaru.

Biografia – Natural do Recife (PE), o desembargador Évio Marques da Silva nasceu em 8 de fevereiro de 1957. Começou o curso de Direito na Universidade Católica de Pernambuco em janeiro de 1975 e concluiu a graduação em julho de 1979. Antes de ingressar na magistratura, advogou por quatro anos e foi delegado de Polícia Civil no período de novembro de 1986 até tomar posse como magistrado do Poder Judiciário estadual.

Iniciou a carreira no Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), em 10 de novembro de 1987, como titular da Comarca de Quipapá. Após dois anos de atuação como juiz, foi promovido para a Comarca de Riacho das Almas. Na sequência, atuou na 2ª Vara de Bezerros e, depois, na 2ª Vara de Camaragibe. Na Comarca de Jaboatão dos Guararapes, foi o juiz instalador do 1º Juizado Especial.

No Recife, desde 1992, atuou como juiz auxiliar da 1ª Vara Cível, da 4ª Vara de Delitos e Trânsito contra o Patrimônio e da 1ª Vara da Infância e Juventude, entre outras. Évio Marques também foi o juiz instalador do Juizado do Idoso e juiz coordenador do 1º Juizado Criminal da Capital.

Desde 15 de abril de 2009, o magistrado atuava na 2ª Vara da fazenda Pública da Capital e, conforme o Ato nº 81/2018, publicado no Diário de Justiça eletrônico (DJe) de 23 de janeiro de 2018, Évio Marques da Silva foi promovido a desembargador do TJPE.

.........................................................................................
Texto: Izabela Raposo | Ascom TJPE
Foto: Alesson Freitas | Agência Rodrigo Moreira