Notícias

Voltar

Dias Nacional e Internacional do Idoso celebrados com exposição no Palácio da Justiça

Quadro da pintora em que se vê uma mulher de cabelos castanhos, vestindo roupa de renda e usando chapéu e colar
Em celebração pelos dias Nacional e Internacional do Idoso, comemorados respectivamente em 27 de setembro e 1º de outubro, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) recebe exposição de quadros da artista plástica Maria Yêda Leite, 82 anos. As 19 obras ficam expostas até 10 de outubro, inclusive durante os finais de semana, na recepção do Palácio da Justiça, localizado na Rua do Imperador Dom Pedro II, s/n, bairro de Santo Antônio, no Recife. "Os quadros nas paredes sempre me fazem sorrir, alegram minha alma", declara a pintora. A mostra conta com o apoio da Escola Judicial (Ejud), da Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP), da Assessoria de Comunicação Social (Ascom) e da Administração do Palácio, além da Associação dos Cônjuges dos Magistrados de Pernambuco (Acmepe).
 
Nascida na cidade de Bonito de Santa Fé, na Paraíba, e criada no município do Crato, no Ceará, a pintura de Maria Yêda é influenciada pela cultura nordestina, expressada na utilização de produtos como tecidos de algodão e rendas; e em autores como João Cabral de Melo Neto, escritor da clássica obra literária "Morte e Vida Severina". Na Exposição no Palácio da Justiça, há duas obras com esse enfoque, que fazem parte da série "Resgate de Vivências". Outras duas exibidas pertencem ao trabalho "Preto e Branco"; sete são da mais conhecida coleção da pintora, "Liberdade das Cores"; e oito telas da série "Fragmentos".
 
Em "Resgate de Vivências", a técnica utilizada é a colagem em que madeira, juta, barbante, renda e tecido são aplicados em desenhos de flores, paisagens e mulheres. Já em "Liberdade das Cores", em suportes de lona ou tecido, Maria Yêda ousa a não fazer uso de pincéis, mas sim da manipulação do movimento do próprio suporte para fazer surgir desenhos diversos à base de tinta acrílica. Os trabalhos chegam a medir 1,10x1,60 metros. 
 
A história de Maria Yêda representa uma mensagem positiva sobre a fase da vida que hoje se nomeia como a etapa da Melhor Idade, antes conhecida como Terceira Idade. Com 82 anos, a artista se descobriu pintora aos 60 anos, já aposentada como servidora federal, iniciando os estudos na área pela Universidade Pública Federal e Museu do Estado. Desde então, vem produzindo e realizando exposição no seu trabalho no circuito nacional e em acervos particulares fora do Brasil.
 
Retrato da pintora
Artista plástica Maria Yêda Leite tem 82 anos e expõe pela primeira vez no Palácio da Justiça
 
Serviço – Exposição pelos Dias Nacional e Internacional do Idoso
 
Artista plástica: Maria Yêda Leite 
Local: Recepção do Palácio da Justiça, na Rua do Imperador Dom Pedro II, s/n, bairro de Santo Antônio, próximo à Praça da República, no Recife (PE)
Período: Até 10 de outubro
Datas e horários: de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h; sábado e domingo, das 13h às 17h
Promoção: Ejud, SGP, Ascom e Administração do Palácio da Justiça – TJPE; e Acmepe
...........................................................................................................................
Texto: Izabela Raposo e Francisco Shimada | Ascom TJPE
Foto: Anderson Freitas | Agência Rodrigo Moreira