Últimas Notícias em destaque

Voltar

Escola Judicial do TJPE promove ciclo de palestras para marcar o Dia do Oficial de Justiça

O evento, que contou com o apoio do Sindojus-PE e da ASPJ-PE, ocorreu nesta sexta-feira (5/9) auditório do Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, na Ilha Joana Bezerra, Centro do Recife

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), em virtude das comemorações do Dia dos Oficiais de Justiça, promove um ciclo de palestras nesta sexta-feira (5). O evento é realizado através da Escola Judicial do TJPE (EJ-TJPE), e conta com o apoio do Sindicato dos Oficiais de Justiça de Pernambuco (Sindojus-PE) e da Associação dos Servidores do Poder Judiciário de Pernambuco (ASPJ-PE).

A cerimônia de abertura do evento teve a participação do presidente do TJPE, desembargador Frederico Neves, que ressaltou a necessidade de se ter um ambiente saudável para os servidores do Poder Judiciário de Pernambuco. "O oficial de Justiça desempenha um papel absolutamente essencial à Justiça, que só é realizada graças ao trabalho destes servidores", enfatizou.

As palestras, voltadas um público aproximado de 230 oficiais de Justiça da Região Metropolitana, ocorrem no auditório do Fórum Rodolfo Aureliano, na Ilha Joana Bezerra, Centro do Recife. Para o presidente do Sindojus-PE, Marco Albuquerque, a execução deste ciclo tem como principal objetivo estimular o servidor por meio da capacitação, que aprimora o trabalho e resulta na oferta de um melhor serviço para a sociedade, principal beneficiária da Justiça.

Em seu discurso de abertura, o presidente do Sindojus-PE ressaltou a receptividade da presidência do TJPE às diversas reivindicações dos servidores do Poder Judiciário. "Temos encontrado um gabinete aberto para o diálogo transparente e franco, e uma disposição de fazer o melhor em valorizar o ser humano e trabalhar de forma harmônica, buscando o melhor para a sociedade, sem esquecer o servidor", afirmou Marco Albuquerque.

O presidente da ASPJ-PE, Milton Correia, partilha da mesma visão e acredita que o oficial de Justiça possui um papel multidisciplinar. "Trabalhos como este envolvem especificidades no que diz respeito à habilidade de abordar a pessoa que está sendo citada ou intimada, ou ainda na realização das diligências", conclui o servidor.

Conteúdo – As palestras conduzidas durante o ciclo discutiram o papel do oficial de justiça enquanto conciliador, além de apresentar procedimentos para a preservação da integridade física destes servidores, bem como exercitar o lado humano enquanto são cumpridas as medidas judiciais. O evento teve como palestrantes Edvaldo Lima, Oficial de Justiça do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA); Ângela Torres, Oficiala de Justiça do TJPE; André Dick e Gilmar Rodrigues, representantes da Polícia Civil de Pernambuco; e Sônia Carneiro Proto, psicóloga do TJPE.

...................................................................

Texto: Thiago Moreira | Ascom TJPE

Foto: Assis Lima | Ascom TJPE