Últimas Notícias em destaque

Voltar

Fórum de Arcoverde é inaugurado com 9 mil m² de área construída

 
Presidente do TJPE, desembargador Frederico Neves, entregou novo prédio à população na última terça-feira (26/1), em cerimônia que reuniu autoridades do município sertanejo
 
 
Com cerca de 9 mil m² de área construída, o novo Fórum de Arcoverde, no Sertão do Moxotó, foi inaugurado na última terça-feira (26/1). O presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Frederico Neves, descerrou a placa de instalação e proferiu discurso no novo salão do júri, em solenidade prestigiada por magistrados, servidores e autoridades do município. O prédio, situado no bairro Pôr do Sol, abrigará as cinco varas existentes na comarca, Juizado Especial Cível, Central de Conciliação e Central de Cartas de Ordem Precatória e Rogatória, que serão transferidas para a nova sede ao longo dos próximos dois meses.
 
Na cerimônia de inauguração, realizada no salão do júri da nova sede da Justiça Estadual em Arcoverde, o chefe do Poder Judiciário do Estado destacou o esforço orçamentário que possibilitou a entrega desse equipamento e de outros fóruns – como os de Serra Talhada, inaugurado horas antes, de Panelas e de Quipapá  –, além da reforma de outros prédios do interior, a exemplo do que foi realizado em Altinho, Sairé e Itaíba.
 
"Não obstante todas as dificuldades enfrentadas nos últimos anos, que demandaram um contingenciamento no Tribunal da ordem de R$ 97,8 milhões, esta obra está sendo entregue à população de Arcoverde. Ao todo, 24 obras foram realizadas pelo TJPE ao longo dos dois anos de nossa gestão. Mas ainda é preciso que a sociedade pernambucana se convença da necessidade de investir mais no Poder Judiciário, para que tenha uma tutela jurisdicional cada vez mais pronta e expedita. É necessário um investimento maior para que o serviço seja prestado de forma mais eficiente", salientou o presidente Frederico Neves.
 
 
 
Solenidade ocorreu no Salão do Júri do novo prédio, que está situado no bairro Pôr do Sol
 
 
Para o diretor do Foro de Arcoverde, juiz Cláudio Márcio Pereira Lima, o prédio atende às necessidades de magistrados, servidores, advogados, promotores, defensores e dos jurisdicionados. "Esta data é histórica para Arcoverde. Hoje, nossa cidade tem um fórum decente, condigno e que oferecerá um serviço à altura da população. Neste momento em que é cobrada a razoável duração do processo e uma resposta do Judiciário à corrupção, esta nova casa dará ainda mais condições para isso se realizar", declarou.
 
As obras foram comandadas pela Diretoria de Engenharia e Arquitetura (DEA) e Diretoria de Infraestrutura (Diriest) do Tribunal, que projetaram prédios adequados às normas de acessibilidade, com utilização de materiais que representam menor custo de manutenção e possibilitam redução no consumo de energia elétrica. Ao todo, a obra demandou investimento de aproximadamente R$ 17 milhões em recursos próprios do Tribunal.
 
A construção tornou-se possível a partir da doação do terreno pela Prefeitura de Arcoverde. Em março de 2014, começaram as obras. "Para mim, é uma honra ajudar a fazer cumprir o direito fundamental de acesso à Justiça, como garante a Constituição Federal. É uma manifestação da democracia. Agradeço em nome de todos os arcoverdenses por esta grande obra instalada em nosso município", disse a prefeita Madalena Brito.
 
Prestigiaram também a cerimônia o corregedor geral de Justiça eleito para o biênio 2016/2017, Roberto Ferreira Lins; os desembargadores Fausto Campos, Rafael Machado, Fábio Eugênio de Oliveira Lima, Humberto Vasconcelos e Waldemir Tavares; o secretário geral da Associação dos Magistrados de Pernambuco, juiz Evandro de Melo Cabral; os juízes Draulternani Melo Pantaleão, Mônica Wanderley Magalhães, Marcos Garcez e Raquel Barofaldi Bueno; o presidente da Câmara de Arcoverde, Miguel Leite de Siqueira; o presidente da subseccional da Ordem dos Advogados no município, Pierre Soares; e o defensor público José Antônio Fonseca de Melo.
 
..................................................................................................................
 
Texto: Cláudia Vasconcelos | Ascom TJPE
 
Fotos: Assis Lima | Ascom TJPE