Notícias

Voltar

Juiz ouve acusados da morte do jornalista Antônio Marcolino

Audiência de instrução na Vara do Tribunal do Júri de Caruaru ocorreu nesta segunda-feira (29/8)

A Vara do Tribunal do Júri de Caruaru realizou a primeira audiência de instrução, nesta segunda-feira (29/8), do processo que tem como denunciados Rafael Leite da Silva e de Davi Fernando Ferreira Graciano, acusados pelo assassinato do jornalista Antônio Marcolino de Barros Filho, 46 anos. O comunicador social teve o corpo, em decomposição, encontrado no último dia 18 de abril em um terreno baldio em Insurreição, Zona Rural de Sairé.
 
Os dois acusados foram interrogados na audiência. Na ocasião, a defesa do suposto mandante do crime, Davi Fernando, requereu a revogação da prisão preventiva. O pedido será analisado pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE), em parecer, e, depois, decidido pelo juiz Hildemar Macedo de Morais.
 
A audiência, iniciada às 10h, também registrou o depoimento de sete testemunhas da acusação e uma de defesa. Duas testemunhas de defesa, moradoras dos municípios de Santa Cruz do Capibaribe e São Caetano, terão seus depoimentos colhidos por meio de cartas precatórias.
 
Só após a devolução das cartas, o processo segue com o seu rito. Ou seja, o juiz abre prazo para a entrega das alegações finais do MPPE e das defesas dos acusados.Em seguida, o magistrado irá prolatar decisão circunscrita à admissibilidade, em que define se os acusados irão ou não à Júri Popular.
...............................................................................
Texto: Izabela Raposo | Ascom TJPE