Notícias

Voltar

Juízes começam a receber primeiros processos de réus presos

Segundo o coordenador do mutirão, juiz Gleydson Lima, inicialmente, 1.280 processos prontos para serem sentenciados serão julgados.

O coordenador do mutirão, juiz Gleydson Lima, afirma que, inicialmente, 1.280 processos serão julgados

Os juízes que estão atuando no mutirão carcerário para o julgamento de processos de réus presos realizado pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) começaram a receber, nesta quinta-feira (26/1), as primeiras ações para sentença. No total, 17 magistrados vão atuar na mobilização.

A atividade tem prazo de 60 dias, podendo ser prorrogada. Segundo o coordenador do mutirão, juiz Gleydson Lima, inicialmente, 1.280 processos prontos para serem sentenciados serão julgados. “Com essa iniciativa, a expectativa é de que os juízes das varas criminais tenham mais tempo para agilizar a instrução de outras ações, para que essas possam ser encaminhadas, posteriormente, para o mutirão”, explicou.

Serão julgados processos das comarcas da Capital e Região Metropolitana do Recife e de Caruaru e Região Agreste do Estado. O mutirão, anunciado no último dia 23 pelo presidente do TJPE, desembargador Leopoldo Raposo, foi definido pela Comissão de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário.
........................................................................................................
Texto: Rebeka Maciel | Ascom TJPE
Foto: Assis Lima | Ascom TJPE