Notícias

Voltar

Livro retrata trabalho do pedagogo no TJPE

A rotina de trabalho dos pedagogos na Justiça estadual é o enfoque do livro "Pedagogia Jurídica – As práticas do Pedagogo no Judiciário". A obra, inédita no Brasil, foi desenvolvida por pedagogos do quadro efetivo de servidores do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) a partir de uma compilação de artigos que retratam suas práticas profissionais. O lançamento da publicação acontece na próxima sexta-feira (13/11), às 18h30, na Livraria Cultura do Shopping RioMar.
 
A elaboração do livro foi coordenada pelas pedagogas Gidair Lopes e Simony Freitas. Segundo Gidair Lopes, a ideia de escrever a obra surgiu em virtude da escassa literatura sobre o tema no Brasil, a qual estaria limitada a produções acadêmicas. "Após uma pesquisa acerca da literatura que trata do assunto no país observamos a necessidade de desenvolvermos uma obra para esclarecermos questões como qual o papel do pedagogo jurídico, quando surgiu essa função e como ele interage na equipe multidisciplinar do Judiciário", explica a servidora.
 
Para escrever o livro, as autoras convidaram 12 colegas pedagogos a relatarem seu trabalho no âmbito do Judiciário de Pernambuco. Além disso, solicitaram a magistrados, assistentes sociais, psicólogos e promotores de justiça que revelassem sua experiência de trabalho junto aos pedagogos no TJPE.
 
Em 276 páginas, a publicação aborda, entre outras questões, o papel humanizador do pedagogo em situações de conflitos, a sua visão sobre as situações intrafamiliares, e a sua percepção na elaboração e execução de projetos que atendam aos objetivos institucionais. "A publicação representa um marco na história da Pedagogia Jurídica, visto que oferece subsídios teóricos consubstanciados pela prática de pedagogos que vêm realizando um trabalho dentro da Justiça", avalia Gidair Lopes.
 
O livro é direcionado ao público acadêmico, alunos e professores dos cursos de Pedagogia, bem como a estudantes e profissionais de áreas afins, como direito, serviço social e psicologia, que estejam interessados em conhecer as contribuições da pedagogia, dentro de sua perspectiva humanística, ao trabalho desenvolvido no Judiciário.
 
...........................................................................................
 
Texto: Ivone Veloso | Ascom TJPE