Últimas Notícias em destaque

Voltar

Mais de 1.300 sentenças proferidas em um mês por novos magistrados

Magistrados reunidos conversam em sala do Fórum de Caruaru
Desembargador Leopoldo Raposo (dir.) inicia visitas ao Interior do estado por Caruaru
 
Um total de 1.307 sentenças proferidas em 30 dias. Esse foi o balanço apresentado pelas duas Centrais de Agilização Processual do Interior (Capis), instaladas em Caruaru e Petrolina. Os números são resultado da ação conjunta de 31 novos magistrados empossados pelo do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) este ano. Para acompanhar de perto a atividade, o presidente da instituição, desembargador Leopoldo Raposo, visita os polos das Centrais desta segunda (18/7) até a quarta-feira (20/7).
 
Na primeira escala da viagem ao Interior do estado, em Caruaru, esta manhã, o presidente Leopoldo Raposo disse que o trabalho dos novos juízes, atendendo às expectativas da população, faz com que o TJPE eleve seu conceito a novos patamares. "Eu não tenho dúvida de que, no próximo relatório do Justiça em Números, tenhamos estatísticas positivas para Pernambuco, com a prestação jurisdicional mais célere", declarou o desembargador, acompanhado do diretor do Fórum, juiz José Tadeu dos Passos e Silva. Produzido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Relatório Justiça em Números divulga a realidade dos tribunais brasileiros e é a principal fonte das estatísticas oficiais do Judiciário.
 
O coordenador das Centrais de Agilização Processual do Interior, juiz Gleydson Lima, explica que, no período de um mês, a Central de Caruaru emitiu 813 sentenças e a de Petrolina, 494. Além desse montante, foram computadas 37 decisões interlocutórias e 226 despachos. "O bom desempenho dos novos colegas resultou no expressivo número de sentenças e contribui para o cumprimento dos objetivos do Tribunal", afirmou.

Desembargador presidente Leopoldo Raposo fala a magistrados em reunião em sala do Fórum
Reunião no Fórum de Caruaru contou com a presença de magistrados e servidores
 
A medida faz parte da Política de Priorização do 1º Grau, que vem sendo implantada pela gestão do TJPE. A iniciativa visa a realizar o princípio fundamental previsto na Constituição Federal que assegura a razoável duração do processo e os meios que garantam a celeridade de sua tramitação.
 
As ações priorizadas nos julgamentos foram aquelas relacionadas à Meta 2/2016 do CNJ, que determina o julgamento de pelo menos 80% dos processos distribuídos até 31 de dezembro de 2012. Além desses, estão inclusos os processos que envolvem réus presos ou que estejam conclusos ou aguardando agendamento de audiência há mais de 100 dias.
 
Magistrados reunidos em área comum do Fórum de Caruaru para foto oficial da visita
Equipes do TJPE reunidas em Caruaru para visita à Capi da comarca 
 
Visita institucional – De Caruaru, o desembargador Leopoldo Raposo seguiu para a comarca de Garanhuns, onde realiza visita institucional ainda na tarde desta segunda. Na terça (19), Serra Talhada recebe o magistrado. Na manhã de quarta (20), a comitiva se desloca para Salgueiro, onde inaugura as novas instalações do Fórum da cidade, localizado na Rua Manoel Francisco Santiago, 300, bairro Augusto Alencar Sampaio. Anteriormente, o prédio era sede do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE). Na sequência, magistrados e servidores seguem para Custódia e retornam ao Recife.
 
Abrangência das Capis – A Central de Caruaru possui polos de julgamento em Nazaré da Mata e Garanhuns. Inicialmente, as unidades são responsáveis por processos das Varas Únicas de Aliança, Toritama, Brejo da Madre de Deus, Lajedo e São Bento do Una e da 1ª Vara Cível de Gravatá. Em seguida, o trabalho chegará a unidades da 5ª até a 12ª circunscrições, além da recém-criada 19ª circunscrição.
 
Já a Central de Petrolina abrange os polos de Serra Talhada, Salgueiro e Araripina, que atuam, primeiramente, nas 1ª e 2ª Varas de Salgueiro, nas 1ª e 2ª de Araripina, na Vara Única de Tabira, na 1ª Vara de São Jose do Egito e na Vara Criminal de Serra Talhada. Na sequência, a atividade será realizada nas unidades da 13ª até a 18ª circunscrições, além da também recém-criada 20ª circunscrição.
 
Notícias relacionadas
 
 
..................................................................................................
Texto: Andréa Pessoa | Ascom TJPE
Fotos: Anderson Freitas | Agência Rodrigo Moreira