Notícias

Voltar

Memorial da Justiça visita Compaz para iniciar parcerias

 
Centro Comunitário da Paz, inaugurado pela Prefeitura do Recife em março de 2016, funciona no Alto Santa Terezinha e terá serviços do Poder Judiciário do Estado de Pernambuco
 
 
O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), por meio do Memorial da Justiça, está iniciando uma parceria com a Secretaria de Segurança Urbana e com a Secretaria da Mulher, ambas da Prefeitura do Recife, para realização de ações no Centro Comunitário da Paz (Compaz) Governador Eduardo Campos, equipamento que a prefeitura inaugurou em março no Alto Santa Terezinha.
 
Em visita realizada em 3/5, Mônica Pádua e Gabriela Severien, respectivamente gestora e responsável pelo educativo do Memorial, percorreram os quatro pavimentos do centro, conhecendo o espaço e os serviços ofertados, e participaram de reunião que marcou o início da articulação para o desenvolvimento de atividades conjuntas. Estiveram presentes a gerente geral de Prevenção da Secretaria de Segurança Urbana, Cecília Gonzalez; Gianetti Rocha e Juliana Novaes, ambas da equipe do Compaz; Elizabeth Severien e Rosana Mota, representantes da Secretaria da Mulher; e Elza Sayaka Fukushima, do Núcleo Regional do Instituto Baresi, fórum que congrega associações de pessoas com doenças raras e deficiências tendo em vista a inclusão social.
 
A proposta inicial do Memorial foi de levar ao Compaz o conteúdo de sua exposição de longa duração, "Uma Questão de Justiça". Baseada em processos judiciais do acervo do centro de memória do Judiciário pernambucano, enfoca a escravidão e a capoeira, entre outros temas. A partir de banners e por meio de atividades lúdicas com as crianças e adolescentes atendidos pelo Compaz, a equipe de mediação do Memorial trabalhará a relação das questões históricas tratadas na exposição com a realidade atual, enfatizando o papel da Justiça ontem e hoje e o conteúdo de gênero presente nos temas enfocados. Discutiu-se, na reunião, a possibilidade de um trabalho articulado com a biblioteca do Compaz e com o professor e mestre Daigo Rodrigues, coordenador do espaço voltado às artes marciais, onde já se treina capoeira. Destacou-se também a necessidade de pensar todas as ações como ações inclusivas, um aspecto a que o Memorial vem dando ênfase.  
 
O Compaz é um equipamento voltado para a segurança cidadã e a prevenção de violência. Com mais de 13 mil m² de área construída, conta com biblioteca, praça de eventos, auditório, espaço para treinamento e competições de artes marciais e, na área externa, piscina olímpica, quadra poliesportiva e campo de futebol. O equipamento oferece ainda atividades artísticas, cursos diversos, atendimento do Procon, atendimento a mulheres vítimas de violência e mediação de conflitos na área de família. Em visita realizada no mês passado, o presidente do TJPE, desembargador Leopoldo Raposo, anunciou sua intenção de instalar uma Câmara de Conciliação no espaço. 
 
.................................................................................................................................
 
Texto: Anna Santoro | Memorial da Justiça
 
Foto: Andréa Rêgo Barros | Prefeitura do Recife