Notícias

Voltar

Ministra Nancy Andrighi destaca iniciativa do Regime Diferenciado de Trabalho no TJPE

A corregedora nacional de Justiça, ministra Nancy Andrighi, parabenizou o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) pela iniciativa de implantar o Regime Diferenciado de Trabalho (RDT) para sanear pendências cartorárias em varas judiciais da Capital. Em ofício enviado à Presidência do TJPE, destaca a criatividade da gestão em instituir soluções inovadoras na administração pública, mesmo em face de um momento de dificuldades orçamentárias.
 
"Essas iniciativas, quando tomadas de moto-próprio, dizem de uma administração ágil; inteirada dos problemas existentes nos seus lindes; que não se acanha diante de limitações orçamentárias, mas, ao revés, age com criatividade, coragem e denodo no afã de atingir nosso principal mister: proporcionar bons serviços públicos", afirma a ministra no ofício endereçado ao chefe do Poder Judiciário do Estado de Pernambuco, desembargador Frederico Neves.
 
O RDT foi instituído por meio da Portaria nº 52/2015, publicada no Diário de Justiça Eletrônico de 11 de setembro de 2015, e funciona vinculado à Central de Agilização Processual do 1º Grau. O projeto piloto abrange a comarca da Capital e conta com 80 servidores da área meio deslocados temporariamente, de 1º de outubro de 2015 a 31 de janeiro de 2016, para contribuir com a agilização processual nas varas judiciais, atuando na juntada de petições, mandados, avisos de recebimento, ofícios e outros expedientes ou documentos, entre outros atos de secretaria.
 
No ofício, a corregedora nacional de Justiça salientou que o projeto contribui para fortalecer a Justiça. "Resulta também notório o labor e a dedicação com que Vossa Excelência tem exercido o tão relevante cargo que ocupa, razão pela qual, apraz-me prestar meus sinceros cumprimentos pelas conquistas e realizações até agora alcançadas, que servirão, sem dúvida alguma, para o fortalecimento do Tribunal de Justiça de Pernambuco e, por conseguinte, do próprio Poder Judiciário", finaliza a ministra Nancy Andrighi.
 
O presidente do TJPE afirma que se sente honrado ao constatar o reconhecimento do trabalho realizado pela equipe que desenvolve o RDT. "Ainda que em condições orçamentárias adversas, esforçamo-nos para desenvolver soluções que visam à melhoria da prestação jurisdicional ao cidadão pernambucano, ao buscar fazer mais ações com menos recursos. Muito nos orgulha o reconhecimento da ministra Nancy Andrighi, por quem nutro profunda estima e admiração", agradeceu o desembargador Frederico Neves.
 
...................................................................................
 
Redação | Ascom TJPE