Últimas Notícias em destaque

Voltar

Missa do corregedor Roberto Ferreira Lins será celebrada sexta-feira (7/10)

Pessoas em volta do caixão com o corpo do desembargador Roberto Lins no Salão dos Passos Perdidos do Palácio da Justiça
Velório e missa de corpo presente acontecem no Salão dos Passos Perdidos, localizado no primeiro andar do Palácio da Justiça, no Recife
 
Desembargadores e juízes do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), autoridades do Judiciário, do Executivo, do Legislativo e do Ministério Público, familiares, amigos, servidores, prestadores de serviço e advogados estiveram presentes, nesta quinta-feira (6/10), ao velório do corregedor-geral da Justiça estadual, desembargador Roberto Ferreira Lins. O governador Paulo Câmara e o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), desembargador Antônio Carlos Alves da Silva, compareceram à cerimônia. A missa de corpo presente acontece nesta sexta-feira (7/10), às 9h, no Palácio da Justiça, no Recife; e a cremação, às 11h, no Cemitério Morada da Paz, na cidade do Paulista.
 
O presidente do Judiciário estadual, desembargador Leopoldo Raposo, decretou luto oficial de sete dias. "O TJPE perde um grande magistrado. Sério, devotado à função, muito proativo e deixa, portanto, o seu exemplo de uma conduta retilínea. Seu exemplo de boa magistratura permanece entre nós. Além disso, Roberto Ferreira Lins sempre honrou as tradições desta Casa", enfatizou.
 
Decano do TJPE, o desembargador Jones Figueirêdo disse que Tribunal perde um grande membro da história da instituição. "Neste mês de outubro, há 34 anos, ele ingressava na magistratura, indo para a Comarca de Flores. Neste mês de outubro, seu óbito nos priva da presença de um dos magistrados mais proativos. Com seu sorriso compreensivo e aglutinador, ele irradiava muita luz. Promovia uma justiça pacificadora e comprometida com os valores sociais, e, sobretudo, muito mais próximo da população", declarou.
 
O atual presidente do TRE-PE, desembargador Antônio Carlos, lembrou a relação de amizade de mais de 40 anos com o desembargador corregedor Roberto Lins, que foi presidente eleitoral entre os anos de 2009 e 2010. "Nós sempre fomos irmãos. Roberto é uma pessoa de uma simplicidade, de uma alegria, que sempre procurou ajudar as pessoas, mesmo em prejuízo dele próprio. É um homem, como poucos, que tem essa visão de mundo e de bondade que deve ser feita independente de cor, de religião, de rico, de pobre. Ele sempre estava junto da pessoa para confortá-la ou ajudá-la. Esse é o meu irmão Roberto. Eu tenho certeza que espiritualmente ele está sendo recebido com alegria. Esse é o Roberto que conheci e é o Roberto que vai ficar cravado para sempre em minha memória", lembrou.
 
Nota de pesar – O Instituto Brasileiro de Ciências Jurídicas e Sociais (IBCJUS), por meio de nota encaminhada ao TJPE, lamentou "profundamente o falecimento do desembargador Roberto Ferreira Lins, corregedor geral da Justiça, ao tempo em que exalta os enormes serviços prestados pelo eminente magistrado. Toda a comunidade jurídica, em lamentos, sente a ausência do desembargador Roberto Ferreira Lins, magistrado integrado aos anseios da justiça e do bem-estar social". O Instituto é presidido pelo juiz aposentado Adeildo Nunes.
 
Trajetória – Roberto Ferreira Lins nasceu na capital pernambucana em 1951. Formou-se em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) no ano de 1975. Antes de ingressar na magistratura, militou na advocacia e foi aprovado em concursos públicos, tais como o de procurador do Município do Recife e do Banco Central. Foi nomeado juiz de Direito em 22 de outubro de 1982. Em outubro de 2004, foi promovido desembargador do TJPE pelo critério de merecimento, à unanimidade de votos. Exerceu o cargo de presidente do TRE-PE durante o biênio 2009/2010 e respondia pelo cargo de corregedor-geral da Justiça desde 4 fevereiro deste ano.
 
...........................................................................................................
Texto: Ascom TJPE
Foto: Jean Oliveira | Agência Rodrigo Moreira