Publicador de conteúdo

Retornar para página inteira
Voltar

Mutirões começam a julgar réus presos prontos para sentença a partir de quinta-feira

Os julgamentos começam quinta-feira (26) nas Centrais de Agilização Processual de Recife e de Caruaru

Os julgamentos começam quinta-feira (26) nas Centrais de Agilização Processual de Recife e de Caruaru

O presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Leopoldo Raposo, instituiu dois mutirões para julgamentos de processos de réus presos, em tramitação nas Comarcas da Capital e Região Metropolitana e de Caruaru e Região Agreste, que estão prontos para sentença. Os julgamentos começam na quinta-feira (26) e ao todo, foram designados 17 juízes para as duas Centrais de Agilização Processual. Em Recife, a Central de Agilização Processual funciona no Fórum Rodolfo Aureliano.

A ação foi anunciada nesta segunda-feira (23), pelo magistrado e definida pela Comissão de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário. O mutirão será realizado em 60 dias, prorrogável por igual período.

O magistrado informou que a Central de Agilização Processual irá receber os processos de réus presos para julgamento, deixando as varas com maior liberdade para instruir os processos em andamento. “Queremos cada vez mais julgar os processos de presos provisórios”, enfatizou.  

Designado para coordenar o mutirão, o juiz Gleydson Lima explicou que a central já está recebendo os processos. “Estamos recebendo os processos das unidades judiciárias da Capital e Região Metropolitana; de Caruaru e das comarcas circunvizinhas e iniciaremos os julgamentos”.  
...........................................................................
Texto: Andréa Pessoa | Ascom-TJPE
Foto: Assis Lima | Ascom-TJPE