Últimas Notícias em destaque

Voltar

Natal Luz TJPE marca início das celebrações de fim de ano

Palácio da Justiça iluminado

Palácio da Justiça no Natal Luz TJPE

A noite desta quinta-feira (24/11) foi de celebração na sede do Poder Judiciário estadual. Com apresentações musicais, palavras de agradecimento e declamação de poema, a iluminação natalina do Palácio da Justiça foi inaugurada para o público presente na Praça da República. Todas as noites, até 6 de janeiro de 2017, quem passar pelo Bairro de Santo Antônio pode admirar a decoração do Natal Luz Tribunal Justiça de Pernambuco (TJPE). Mais fotos no álbum da cerimônia no Flickr.

Logo no início da apresentação, o Palácio foi iluminado ao som da canção “Conquest of Paradise”, de Vangellis, interpretada pelo Coral Infantil e Orquestra Criança Cidadã e pelo Coral do TJPE. Em seguida, o padre Damião Silva fez uma bênção e agradeceu o apoio do Judiciário na campanha de arrecadação de alimentos Natal Solidário. Na sequência, foi declamado um poema em homenagem aos integrantes do Coral do Tribunal, que voltaram às apresentações após dez anos longe dos palcos, e realizada a saudação natalina pelo presidente do Judiciário estadual, desembargador Leopoldo Raposo. O governador Paulo Câmara e outras autoridades prestigiaram o evento.

O desembargador Leopoldo Raposo agradeceu o empenho de todas as equipes para a realização da cerimônia e a presença do público. “Quero agradecer a todos os servidores e, sobretudo, àqueles que integram o Coral e que fizeram essa brilhante apresentação. Hoje o Coral do Tribunal de Justiça de Pernambuco é o maior patrimônio cultural que o Tribunal possui. Sem a dedicação desses servidores, nós não estaríamos inaugurando com muito brilhantismo a apresentação deste Coral. Queremos desejar, nessa oportunidade, um Natal de muita felicidade, paz e saúde a todos”, desejou o magistrado.

Público assiste à inauguração do Natal Luz TJPE

Público acompanhou a apresentação de corais e orquestra

A apresentação seguiu com as canções Jingle Bell Rock, We Wish You a Mery Christmas, O Primeiro Natal, Panis Angelicus, Surgem Anjos Proclamando, Adeste Fidelis, Oh Noite Santa e Noite Feliz. A regente Amilca Aniceto ficou bastante gratificada com a apresentação. “Para mim, é um privilégio ver um coro tão maravilhoso, com tanto potencial. Havia um pouco de receio em retomar, mas todos foram tão receptivos, abraçaram tanto a música, e esse coro existiu e agora ele só vai crescer, realmente como uma árvore. Tivemos uma apresentação menor no Rodolfo Aureliano e, hoje, a grande apresentação que estávamos ensaiando, então só tenho alegria. Me sinto privilegiada em estar participando disso tudo”, declarou.

Uma das coralistas, Eliete Severina, falou sobre a emoção com o retorno das atividades do Coral do TJPE numa cerimônia tão simbólica. “É uma alegria muito grande, porque, há dez anos, o coral estava parado, e a gente estava ansiosa para voltar. Eu adoro esse coral e agora é uma felicidade estar participando de novo com músicas novas e mais coristas que estão aparecendo”, lembrou. Formado por 39 integrantes do Judiciário estadual, o coral foi reativado por meio de convênio entre a Associação Beneficente Criança Cidadã e o Tribunal.

A iluminação do Palácio da Justiça para o Natal Luz TJPE conta com 46 cortinas de microlâmpadas com flash, com 5 metros quadrados cada uma; cascata string com 110 metros de comprimento; 100 unidades de lâmpadas strobo; e cortina cenográfica de microlâmpadas com dez estrelas em formato clássico de cinco pontas. Todas as peças são na cor branca e formam uma cortina que serviu de moldura para as apresentações, como detalha a gerente de Arquitetura do Tribunal, Renata Coutinho. “A partir do retorno das atividades do Coral do TJPE e com a realização da Cantata Natalina, buscou-se transformar o Palácio da Justiça num teatro ao ar livre. As escadarias, iluminadas por uma cortina teatral de luzes, serviram de palco para a apresentação do espetáculo. As estrelas da cortina central representam os cantores, os músicos e os artistas responsáveis pela festa”, explicou.
..................................................................................................................
Texto: Francisco Shimada e Amanda Machado | Ascom TJPE
Fotos: Alesson Freitas e Jean Oliveira | Agência Rodrigo Moreira