Últimas Notícias em destaque

Voltar

PJe apresenta melhoria de desempenho no TJPE

Marca do Processo Judicial eletrônico com sigla PJe na cor azul em fundo de cor branca

Agilidade, transparência, segurança, economia e ampliação do acesso ao Poder Judiciário. Essas são algumas das principais vantagens do Processo Judicial eletrônico (PJe). Para otimizar cada vez mais o desempenho da ferramenta, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) vem implementando ajustes e melhorias que buscam facilitar o acesso dos usuários internos e externos. Atualmente, a instituição atua com o sistema em 44 comarcas e 234 órgãos julgadores.
 
A meta do presidente do TJPE, desembargador Leopoldo Raposo, é que todas as unidades judiciais funcionem com o Processo eletrônico até o final da sua gestão. "O PJe é fundamental para agilizar a prestação do serviço jurisdicional. Estamos empenhados em oferecer um serviço mais eficaz e célere para o cidadão. O desenvolvimento da tecnologia do Tribunal é crucial nesse sentido. Temos conquistado resultados expressivos", ressalta. Até esta quinta-feira (14/7), foram distribuídos 542.818 processos no sistema eletrônico.
 
Segundo a secretária de Tecnologia da Informação e Comunicação do TJPE (Setic), Juliana Neiva, dentre as principais ações desenvolvidas estão as recentes aquisições de novos equipamentos com tecnologias avançadas e os aumentos das capacidades de links de dados das comarcas no interior do estado. A gestora cita também como avanço para o desenvolvimento do sistema PJe o encontro entre servidores do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e da Setic, no período de 13 a 17 de junho, no Recife "As equipes implementaram mudanças tanto no código do sistema, quanto na infraestrutura, trazendo uma significativa melhoria de 40% no desempenho do sistema", afirma.
 
Juliana Neiva acrescenta ainda que outra iniciativa bastante relevante se deu com o aumento da capacidade da infraestrutura de acesso ao sistema a partir do início de julho. "Aumentamos a velocidade do sistema em cinco vezes", destaca. De acordo com a secretária, os trabalhos em prol do desempenho e da disponibilidade do PJe continuam em andamento. A instalação do novo DataCenter do TJPE, por exemplo, está prevista para o mês de agosto.
 
PJe – O sistema  foi desenvolvido pelo CNJ em parceria com tribunais brasileiros, a fim de garantir a automação do Poder Judiciário. Lançado em 2011, o PJe visa a permitir a prática de atos processuais em todos os ramos da Justiça, proporcionando mais segurança, transparência e celeridade à tramitação processual.
...........................................................................
Texto: Ivone Veloso | Ascom TJPE