Notícias

Voltar

PJe funciona no Arquipélago de Fernando de Noronha e em mais três comarcas

No Arquipélago de Fernando de Noronha, a partir desta quarta-feira (15/6), será obrigatório protocolar petições iniciais cíveis na Justiça estadual através do sistema do Processo Judicial Eletrônico (PJe). Na próxima quinta-feira (16/06), essa ação irá alcançar também os seguintes órgãos: 1ª, 2ª e 3ª Varas Cíveis da Comarca de Carpina; 1ª e 2ª Varas da Comarca de Limoeiro; a 1ª e 2ª Varas da Comarca de Paudalho.
 
O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) alcançou a marca de 41 comarcas e 227 órgãos julgadores funcionando com o PJe. A medida abrange os processos de competência cível, da fazenda pública, de família e registro civil, de acidentes de trabalho, sucessões e registros públicos, executivos fiscais, carta precatória, rogatória e de ordem cível. 
 
Saiba mais - O PJe foi desenvolvido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com tribunais brasileiros, a fim de garantir a automação do Poder Judiciário. Lançado em 2011, o sistema visa permitir a prática de atos processuais em todos os ramos da Justiça, proporcionando mais segurança, transparência e celeridade à tramitação processual.
 
 
 ..................................................
Texto:  Izabela Raposo | Ascom TJPE