Notícias

Voltar

Práticas de gestão são debatidas em Serra Talhada nesta sexta

Fachada do Fórum de Serra Talhada

Encontro,  no Fórum Doutor Clodoaldo Bezerra de Souza e Silva, em Serra, conta com a participação dos desembargadores Leopoldo Raposo e Antônio de Melo e Lima

O projeto Encontros Regionais chega à comarca de Serra Talhada nesta sexta-feira (5/5). Durante o dia, juízes responsáveis pelas comarcas de Afogados da Ingazeira, Araripina, Bodocó, Exu, Moreilândia, Carnaíba, Flores, Ipubi, Itapetim, Mirandiba, Ouricuri, Parnamirim, Salgueiro, São José do Belmonte, Verdejante, São José do Egito, Serra Talhada, Triunfo, Serrita, Terra Nova, Tabira, Trindade e Tuparetama se reúnem com o presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Leopoldo Raposo, com o corregedor-geral de Justiça, desembargador Antônio de Melo e Lima, entre outros membros do Judiciário estadual, para discutir práticas de gestão. O encontro tem início às 9h, na Sala do Júri do Fórum Doutor Clodoaldo Bezerra de Souza e Silva.

Além de discutir práticas de gestão com os magistrados e integrantes de setores administrativos do TJPE, o projeto Encontros Regionais busca analisar questões relativas à infraestrutura das comarcas, ao quadro de pessoal, à escala de férias e aos plantões. Também participam do encontro em Serra Talhada, o vice-presidente da Associação dos Magistrados do Estado de Pernambuco (Amepe), juiz Gleydson Lima; o assessor da Presidência, juiz Alberto Freitas; os assessores da Corregedoria Geral, juízes Sandra de Arruda Beltrão Prado, Marcus Vinicius Nonato Rabelo Torres e José Anchieta Félix da Silva; o diretor do Foro de Serra Talhada, juiz Diógenes Portela Saboia Soares Torres; e o juiz José Raimundo dos Santos Costa.

Esta é a terceira edição do projeto Encontros Regionais, que já foi realizado nas comarcas de Petrolina e Caruaru e reuniu mais de 80 magistrados. Para o presidente do Judiciário pernambucano, desembargador Leopoldo Raposo, o encontro possibilita o diálogo e a integração entre os juízes da região em busca de soluções procedimentais e administrativas para as demandas do cotidiano. “Queremos mostrar as boas práticas para que os processos cheguem ao seu fim, e nós atinjamos as metas do Judiciário, com base na troca de experiências entre os juízes. Afinal, buscamos uma Justiça mais célere”, reforça o magistrado.
.......................................................................................................
Texto: Francisco Shimada | Ascom TJPE
Revisão: Ivone Veloso | Ascom TJPE
Foto: Assis Lima | Ascom TJPE