Notícias

Voltar

Presidente do TJPE aborda desafios do Judiciário em palestra para operadores do direito

 
Desembargador Leopoldo Raposo abordou iniciativas prioritárias da gestão para a melhoria da prestação jurisdicional, em evento do Instituto de Advogados de Pernambuco (IAP)
 
 
O presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Leopoldo Raposo, fez uma palestra para operadores de direito em evento promovido pelo Instituto dos Advogados de Pernambuco (IAP), na tarde da última quarta-feira (18/5). Durante a exposição, abordou os desafios do Judiciário e as iniciativas da gestão para aprimorar os serviços da Justiça em todo o Estado.
 
O evento aconteceu no Rio Mar Recife. Segundo o presidente do IAP, Antônio Mário de Abreu Pinto, a aproximação cada vez maior com o Poder Judiciário traz benefícios a toda a sociedade. "Estamos aqui com o objetivo de discutir temas atuais para contribuir com a cultura jurídica de nosso Estado. O desembargador Leopoldo Raposo é um exemplo de magistrado e de diálogo com os operadores do direito e com certeza vai ajudar muito na melhoria do Judiciário", destacou.
 
Em sua palestra, o presidente do Tribunal ressaltou o planejamento estratégico como principal preocupação ao iniciar a gestão. "Precisamos planejar medidas para eficientizar os serviços do Judiciário, além de torná-lo cada vez mais próximo do cidadão", explicou. Para isso, segundo Leopoldo Raposo, ações administrativas vêm sendo realizadas para que o magistrado, sobretudo o do 1º Grau, possa desempenhar sua atividade com mais presteza.
 
O desembargador elencou, entre os projetos da gestão, a atuação da Central de Agilização no Interior, que vai levar juízes para ajudar nas comarcas com maior acúmulo de processos, além de fortalecer as ações de conciliação nos municípios por onde passar; as Casas de Justiça e Cidadania, que funcionam como unidades multifuncionais, a fim de desenvolver ações destinadas à efetiva participação do cidadão e da comunidade na solução de seus problemas e sua aproximação com o Poder Judiciário; e o Programa de Qualificação e Treinamento, que vem sendo desenvolvido pela Escola Judicial, com o objetivo de capacitar magistrados e servidores para melhorar a prestação jurisdicional.
 
Além disso, o magistrado reforçou a disposição para construir novos fóruns como forma de atender melhor o jurisdicionado. "Estamos tentando vencer a burocracia para dar início a algumas construções no Estado e oferecer ao jurisdicionado um local digno para receber os serviços da Justiça" concluiu.
 
....................................................................................................
 
Redação | Ascom TJPE
 
Foto: Anderson Freitas | Agência Rodrigo Moreira