Notícias

Voltar

Programa Acolher promove seminário em Paulista na sexta-feira (13/7)

Marca do Programa Acolher: uma flor com sete pétalas

 

O Programa Acolher promove, na sexta-feira (13/7), o I Seminário sobre Adoção de Crianças e Adolescentes na cidade do Paulista. Com o tema "Entrega responsável de crianças para adoção", o evento é voltado para o público em geral e profissionais das áreas de Saúde e do Judiciário que trabalham com a temática. A capacitação será promovida no auditório do Bloco C, da Faculdade Joaquim Nabuco, no Centro, das 13h às 17h30.

Desenvolvido pela Coordenadoria da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), o Acolher consiste na implantação e na uniformização da execução de serviços jurisdicionais no atendimento e na assistência a mulheres que expressem o desejo de entregar o filho à adoção. 

O tema do seminário será abordado pelo juiz da Vara da Infância e Juventude do Paulista, Ricardo Sá Leitão; pela pedagoga do programa Acolher do TJPE, Cyntia Nery; e pela psicóloga clínica e vice-presidente do Grupo de Apoio à Adoção do Paulista (Gaap), Emilene Freire.

Na última sexta-feira (6/7), foi promovida uma palestra com o mesmo tema em Olinda. O público-alvo foi formado por profissionais da Rede de Atenção Básica da Secretaria de Saúde do Município. A palestra foi ministrada no auditório da Policlínica João Barros Barreto, pela pedagoga Ana Verônica de Araújo e pela assistente social Sylvia Rocha, da Vara da Infância e Juventude da Comarca.

O Acolher reúne ações da Justiça e da Rede Estadual de Proteção Social com o objetivo de garantir que a escolha da mulher seja feita com assistência e orientação de profissionais especializados. As mulheres que desejam entregar seus filhos para adoção são encaminhadas por meio dos serviços da rede de Proteção Social (conselhos tutelares, órgãos da assistência social, da saúde, órgãos de defesa da mulher) à Justiça, ou comparecem voluntariamente a uma Vara da Infância e Juventude.

Nos locais, as mulheres são ouvidas pela equipe da vara, formada por juízes, assistentes sociais e pedagogos. Em seguida, elas são direcionadas a serviços e programas voltados a assistência social e proteção de direitos, a fim de evitar práticas de infanticídio, abandono e adoção ilegal.

Notícia relacionada

Programas Mãe Legal e Acolher orientam quem encaminha filhos para adoção
...................................................................................................
Texto: Ivone Veloso | Ascom TJPE
Imagem: Publicidade e Design | Ascom TJPE