Notícias

Voltar

Projeto da Vara Criminal de Palmares recupera usuários e ex-usuários de drogas

Com o objetivo de contribuir para a recuperação de usuários de entorpecentes, a Vara Criminal de Palmares, em parceria com a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, está promovendo o Projeto Braços Abertos. O trabalho é desenvolvido com cerca de 50 usuários e ex-usuários de entorpecentes, todos cadastrados na unidade judiciária.
 
O projeto acompanha a situação social e econômica dos integrantes, através de visitas de educadores, assistentes sociais e psicólogos. Isto é realizado para conhecer o ambiente familiar do participante e, assim, compreendê-lo melhor. Após as visitas, há o cadastramento nos programas sociais de saúde e educação, além do encaminhamento para empregos. Isto propiciará maior chance para uma recuperação social com dignidade e responsabilidade.
 
Em 2014, por exemplo, foram realizados dois cursos de qualificação profissional para os participantes do Braços Abertos: de eletricista e de cabeleireiro. Em ambos, os participantes receberam certificado.
 
O Projeto Braços Abertos envolve pessoas que foram condenadas por adquirir, guardar ou transportar, para consumo pessoal, drogas sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar. Mas também acolhe usuários que nunca responderam a um processo criminal e voluntariamente aderiram ao projeto.
 
As reuniões acontecem todas as quintas-feiras, com palestras motivacionais e encontros multidisciplinares, que permitem troca de experiências. A coordenadora do projeto e juíza titular da Vara Criminal de Palmares, Hydia Landim, afirma que a iniciativa busca oferecer uma alternativa aos participantes."A relevância do projeto está na tentativa de recuperação de usuários de substâncias entorpecentes. Trabalhamos para levantar sua autoestima e integrá-los à sociedade", explica. A magistrada conta com o apoio do servidor Eduardo André Aleixo na coordenação da iniciativa.
 
.............................................................................
 
Redação | Ascom TJPE