Notícias

Voltar

Recife e Camaragibe celebram os dez anos da Lei Maria da Penha

Estudantes assistem à palestra sobre violência contra a mulher
Estudantes da Rede Pública de Ensino participam de debate a respeito de violência de gênero
 
Estudantes de ensino médio das escolas estaduais Rotary, do bairro de Nova Descoberta, e João Bezerra, de Brasília Teimosa, no Recife, participaram de atividades em celebração pelos dez anos da lei Maria da Penha. As ações foram oferecidas por meio de parceria entre as três varas de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (VVDFM) da Capital, o Núcleo de Apoio à Mulher do Ministério Público de Pernambuco (NAM/MPPE) e a Secretaria da Mulher do Recife, por meio do Centro da Mulher Metropolitana Júlia Santiago e do projeto Maria da Penha vai à Escola.
 
Equipes organizadoras do evento, no Recife, reunidas em auditório
Equipes do responsáveis pelo atendimento a mulheres do Recife
 
Os encontros nas escolas, realizados na primeira quinzena de agosto, buscaram estimular junto aos estudantes o debate acerca das temáticas que envolvem a questão da violência doméstica e familiar contra a mulher. A relevância da Lei Maria da Penha como instrumento de enfrentamento a esse tipo de violência também foi abordada durante os debates organizados pela Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). Em 17 de agosto, as equipes envolvidas na ação se reuniram no Centro Cultural Rossini Alves Couto / MPPE para balanço.
 
Atriz representa mulher agredida por maridoMais – Também na Região Metropolitana do Recife, na cidade de Camaragibe, a população participou de atividades voltadas ao enfrentamento à violência de gênero. Foram oferecidos cursos a servidores com temática sobre acolhimento à mulher agredida, sensibilização de homens cumpridores de medidas protetivas e roda diálogo com o tema "Dez anos da Lei Maria da Penha: violência contra a mulher simplesmente acontece?" para as mulheres da localidade.
 
No evento, realizado em 18 de agosto, também foi apresentada a peça "Rosa Gente, Rosa Flor" (foto ao lado), que traz o drama de uma mulher espancada cotidianamente pelo marido. Todas as atividades foram promovidas em parceria pela VVDFM de Camaragibe, pelo NAM/MPPE, pela Secretaria da Mulher de Pernambuco e pelas Secretaria e Coordenadoria da Mulher de Camaragibe. 
 
Durante o mês de agosto, o TJPE e parceiros realizam uma série de ações relacionadas ao enfrentamento da violência de gênero. A culminância das atividades pelos dez anos da Lei Maria da Penha ocorre nos dias 29 e 30 de agosto durante o seminário "Violência contra a mulher: ainda precisamos falar sobre isso!", no Recife. Com 150 inscritos em menos de um dia, a organização do evento abriu uma lista de espera para eventual surgimento de vagas por conta de desistências. Confira mais detalhes AQUI.
 
Palestrantes – Entre os palestrantes do seminário "Violência contra a mulher: ainda precisamos falar sobre isso!", estão as professoras Regina Célia Almeida Silva Barbosa e Véronique Marie Madeleine Durand e o professor Julio Jacobo Waiselfisz. Os convidados abordarão, entre outros aspectos, questões a respeito das características etárias, étnicas e sociais das vítimas; da responsabilização dos autores de violência doméstica e familiar contra a mulher; e dos avanços e desafios a partir da Lei Maria da Penha. 
  
Realização – O seminário é a culminância das atividades realizadas durante todo o mês pelos dez anos da Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006). A Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do TJPE realiza o evento em parceria com a Escola Judicial e as varas de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), a Secretaria da Mulher de Pernambuco, o Departamento de Polícia da Mulher (DPMul), a Defensoria Pública Especializada na Defesa da Mulher em Situação de Violência (Deppedim) e a Patrulha Maria da Penha também são parceiros da ação.
 
Serviço
 
Seminário "Violência contra a Mulher: ainda precisamos falar sobre isso"
 
Período: Dia 29 de agosto, das 8h às 16h; e 30 de agosto, das 9h às 12h
Local: Auditório Desembargador Santiago Reis, no 2º andar da Ala Norte do Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano
Endereço: Avenida Desembargador Guerra Barreto, s/n, Ilha de Joana Bezerra, Recife (PE)
 
Auditório lotado assiste à ação em Camaragibe
População lotou auditório, em Camaragibe, para acompanhar as apresentações
.......................................................................................................................................................................
Texto: Francisco Shimada | Ascom TJPE – Com a colaboração da desembargadora Daisy Andrade e da assistente social Débora Figureau