Notícias Notícias

Voltar

Representantes do TJPE visitam Arquivo Público da Bahia para tratar de acordo técnico voltados à digitalização de processos da Revolução Pernambucana de 1817

O presidente da Comissão Gestão e Preservação da Memória do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Jones Figueirêdo Alves, e a gerente do Memorial da Justiça do Judiciário estadual, a historiadora Mônica Pádua, visitaram o Arquivo Público Estadual da Bahia (APEB). A visita foi realizada na última sexta-feira (11/6), com o objetivo de consultar, bem como tratar de acordo técnico voltado para a digitalização processos referentes à Revolução de 1817, movimento republicano que aconteceu na então Capitania de Pernambuco durante o período colonial. 

No local, os representantes do Poder Judiciário pernambucano foram recebidos pelo procurador geral do Estado de Pernambuco, Ernani Varjal Medicis, sendo viabilizada pelo procurador geral do Estado da Bahia, Paulo Moreno, e pelo membro da Comissão Permanente de Memória do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), desembargador Lidivaldo Reaiche Raimundo Britto. Presentes, também, na ocasião, o diretor geral da Fundação Pedro Calmon, Zulu Araújo; a diretora em exercício do Arquivo Público da Bahia, Ana Cláudia Lima Cupertino; e a coordenadora de Processamento Técnico de Acervos, Bárbara Alessandra Leal Saldanha.

O desembargador Jones Figueirêdo destacou a importância da assinatura do acordo, cujos termos do convênio encontram-se atualmente em fase de construção de minuta, principalmente devido à comemoração dos 200 anos da Corte de Justiça pernambucana, que acontece no mês de agosto deste ano. “Esses documentos poderão ser disponibilizados no Portal da Memória do Poder Judiciário de Pernambuco, nessa fase comemorativa da instituição. A visita ao Arquivo Público da Bahia foi um momento de aprendizado histórico”, pontuou o decano do TJPE.

Na ocasião, a gerente do Memorial de Justiça do TJPE também destacou o excelente trabalho da equipe do APEB, que não apenas disponibilizou o acervo para a equipe do Judiciário pernambucano, como a recebeu de modo atencioso, mostrando a preciosa preservação da documentação para a pesquisa histórica.

..................................................
Texto: Arquivo Público da Bahia 
Fotos: Divulgação