Últimas Notícias em destaque

Voltar

Semana Nacional de Museus: Memorial da Justiça expõe fotografias sobre direitos da criança autista

 
Grupo de mães criou mostra itinerante, que estará aberta a visitação até o próximo dia 31/5
 
 
O Memorial da Justiça do Tribunal de Justiça de Pernambuco abriu ao público na última terça (17/5), como parte da programação da 14ª Semana Nacional de Museus, a exposição "Transtorno do Espectro Autista: conscientizar e garantir o cumprimento das leis é preciso!". A mostra itinerante, composta por 16 banners, é uma iniciativa do grupo Super Mães, que surgiu nas redes sociais há menos de dois anos e hoje reúne cerca de 150 mães de crianças autistas. Atuando conjuntamente, elas buscam acolhimento, conscientização e respeito aos direitos dos filhos. 
 
A 14ª Semana Nacional de Museus, promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) de 16 a 22 de maio, comemora o Dia Internacional de Museus (18 de maio). A exposição permanecerá no Memorial até o próximo dia 31/5. O Memorial da Justiça fica na Av. Alfredo Lisboa, s/n, próximo ao Forte do Brum.
 
Os banners em exposição trazem fotografias de mães do grupo ao lado de seus filhos e destacam diversos direitos dos autistas, desde aqueles assegurados pela legislação existente – a Lei Berenice Piana, de 2012, e a Lei Estadual nº 15.487/15 – até o simples e essencial direito ao amor. As fotografias são da Luna Fotografia e a programação visual é do departamento de marketing do Shopping Tacaruna, onde a exposição foi apresentada pela primeira vez. 
 
Paula Carolina, que criou o grupo das Super Mães e teve a idéia da exposição, explica que o objetivo é chamar a atenção para o descumprimento da lei, buscar a consciência sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA) e combater o preconceito, tudo de uma forma alegre. No próximo domingo (22/5), integrantes do grupo visitarão o Memorial para conhecer o espaço e prestigiar essa nova etapa na trajetória de sua mostra itinerante.
 
"O Memorial vem trabalhando a questão da acessibilidade e achamos importante sensibilizar o público que recebemos para essas questões", explica Gabriela Severien, responsável pelo setor educativo do centro de memória. "Essa exposição sensibiliza por meio de imagens e tem tudo a ver com o que estamos fazendo, inclusive porque trata de alguns pontos relativos à legislação relacionada aos direitos das pessoas com TEA." 
 
.........................................................................................................
 
Texto: Anna Santoro | Memorial da Justiça
 
Foto: Suzane Almeida | Memorial da Justiça