Notícias

Voltar

Setic TJPE age preventivamente diante de ciberataque ocorrido em 12 de maio

Em razão de ataque cibernético em escala global, a Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic) do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) suspendeu, de forma preventiva e temporária, o acesso tanto do público interno – magistrados, servidores, estagiários e voluntários – quanto do público externo – partes, advogados, entre outros – a sistemas de informação do Judiciário estadual na sexta-feira (12/5). Por questões de segurança, a exemplo do que foi feito em outros tribunais, o acesso à internet através de equipamentos do TJ também foi suspenso nas unidades do estado.

Ainda na tarde da sexta-feira, a equipe da Setic TJPE iniciou uma varredura nos dois datacenters do Tribunal, estendida ao parque de máquinas do Judiciário pernambucano composto por cerca de 8 mil pontos. Nesta segunda-feira (15/5), todos os computadores utilizados pelos colaboradores do Judiciário estadual passarão por avaliação técnica remota. Essa ação é respaldada através de orientações de especialistas em Segurança da Informação seguidas por empresas e órgãos públicos nacionais e estrangeiros.

O acesso à internet será liberado após a análise, como explica a secretária de Tecnologia da Informação, Juliana Neiva. “Desde que tomou conhecimento do ataque cibernético massivo ocorrido em escala mundial, a Setic agiu preventivamente no sentido de garantir a segurança das informações dentro do âmbito do Poder Judiciário de Pernambuco. Diante disso, precisamos da compreensão de magistrados, servidores e usuários. No dia 15, todas as estações de trabalho do TJPE deverão estar ligadas para que a Secretaria possa verificar as atualizações de sistema operacional, softwares de segurança e antivírus, para a liberação de uso”, explica Juliana Neiva.
..................................................................................................
Texto: Francisco Shimada | Ascom TJPE