Últimas Notícias em destaque

Voltar

Sistema Eletrônico de Informações (SEI) chega ao Judiciário pernambucano

Magistrados de nove tribunais participaram da solenidade de adesão ao SEIMagistrados de nove tribunais participaram da solenidade de adesão ao SEI

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) é um dos primeiros do Brasil que passam a utilizar o Sistema Eletrônico de Informações (SEI). O termo de adesão ao programa foi assinado na terça-feira (26/7) pelo Conselho dos Tribunais de Justiça e pelas cortes estaduais interessadas na implantação da ferramenta. Além do Judiciário pernambucano, Minas Gerais (TJMG), Distrito Federal e Territórios (TJDFT), Piauí (TJPI), Tocantins (TJTO), Rio Grande do Sul (TJRS), Roraima (TJRR), Sergipe (TJSE) e Rondônia (TJRO) firmaram a parceria.
 
Produzido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), o SEI é uma ferramenta eletrônica para gestão de processos e documentos que permite assinatura digital e trâmites administrativos. Com área de interação simples e acessível, permite a atuação simultânea de servidores de várias unidades em um mesmo processo, reduzindo o tempo de realização de atividades e tornando os procedimentos mais céleres. Outra vantagem da plataforma, presente em mais de 80 órgãos públicos, é a redução do uso de papel e das despesas com o envio de correspondências.
 
Anfitrião da solenidade de assinatura do termo de adesão, o presidente do TJMG, desembargador Herbert Carneiro, destacou que a ferramenta é de grande valia para os tribunais, pois, ao produzir, tramitar e armazenar, de forma eletrônica, documentos que sempre estiveram em pilhas de papéis, trará celeridade, economia e transparência. "Estamos todos imbuídos no mesmo propósito, que é produzir um serviço judiciário de melhor qualidade e uma gestão cada vez mais eficiente", afirmou.
 
Já o presidente do Conselho dos Tribunais de Justiça, desembargador Pedro Bittencourt Marcondes, acrescentou que, com a assinatura do termo de adesão, a instituição tem o importante papel de promover integração e troca de experiências nacionalmente. "Essas ações em conjunto colaboram para o compartilhamento das boas práticas administrativas e judiciárias", disse. Segundo o magistrado, os tribunais integrantes agem por adesão e colaboração.
 
Em nome do TJPE e representando o presidente da Corte, desembargador Leopoldo Raposo, o decano do Tribunal pernambucano, desembargador Jones Figueirêdo Alves, subscreveu eletronicamente o Termo de Adesão ao Acordo de Cooperação Técnica nº 10/TRF4, em companhia do presidente do Conselho, como usuários do sistema. O magistrado ratificou a importância da utilização do SEI nas questões administrativas do Judiciário estadual. "O processamento eletrônico dos expedientes administrativos do Tribunal, em um sistema integrado, com inúmeras operacionalidades, contribuirá para o melhor desempenho das atividades, assegurando presteza e eficiência aos interesses da administração", declarou Figueirêdo Alves.
 
Desembargador Jones Figueirêdo subscreveu eletronicamente o termo de adesão
Desembargador Jones Figueirêdo subscreveu eletronicamente o termo de adesão
 
Além do presidente do TJMG, do presidente do Conselho dos Tribunais e do decano do TJPE, estiveram presentes o primeiro vice-presidente, desembargador Geraldo Augusto de Almeida; o segundo vice-presidente, desembargador Wagner Wilson Ferreira; o corregedor-geral de Justiça, desembargador André Leite Praça; a vice-corregedora-geral de Justiça, desembargadora Mariângela Meyer Pires Faleiro, todos de Minas Gerais; o primeiro vice-presidente do TJRS, desembargador Carlos Eduardo Zietlow Duro, representando o desembargador presidente Luiz Felipe Siveira Difini; o presidente do TJPI, desembargador Erivan José da Silva Lopes; o presidente do TJSE, desembargador Luiz Antônio Araújo Mendonça; o presidente do TJRO, desembargador Sansão Batista Saldanha; o presidente do TJRR, desembargador Almiro José Mello Padilha; e o primeiro vice-presidente do TJDFT, desembargador Humberto Ulhoa, representando o desembargador presidente Mário Machado Vieira Netto.
.......................................................................................................................
Texto: Redação | Ascom TJPE – Com informações da Ascom TJMG