Últimas Notícias em destaque

Voltar

TJPE apresenta estudo de projeção de demandas judiciais para os próximos 20 anos

Estudo realizado pela TGI Consultoria aponta ações de curto, médio e longo prazo para atender à demanda jurisdicional em Pernambuco

 

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) apresentou aos chefes do Judiciário nacional o resultado de um estudo sobre o crescimento socioeconômico do Estado e seu impacto no Poder Judiciário nos próximos 20 anos. A apresentação foi feita pela TGI Consultoria e Gestão, empresa com a qual o TJPE firmou contrato com o objetivo de analisar o crescimento de Pernambuco e apontar ações de curto, médio e longo prazo para atender à demanda jurisdicional da população no Judiciário.

O diagnóstico foi apresentado pelo diretor da TGI, Francisco Cunha, e pelo consultor Sérgio Buarque na tarde desta sexta-feira (19/6), durante a programação do 103º Encontro de Presidentes de Tribunais de Justiça, evento sediado pelo TJPE. O estudo promovido pela Justiça pernambucana apontou a situação atual e a evolução recente do TJPE, bem como a situação do ambiente externo (aspectos sociais e econômicos do Estado) e da oferta de serviços do Judiciário requeridos pela população.

De acordo com a consultoria contratada pelo TJPE, a demanda processual de Pernambuco terá um crescimento maior na Zonas da Mata Norte e Sul, no Sertão Central e do São Francisco nas duas próximas décadas. No estudo, também foi apontada a redução dos processos na área criminal, bem como um aumento mediano nas ações judiciais da área da Infância e Juventude, e ainda um aumento efetivo nos processos voltados para os direitos dos idosos no Estado.

Diante da análise dessas demandas atuais e futuras, a Justiça pernambucana poderá orientar suas gestões administrativas de modo a observar eficientemente a oferta de seus serviços e melhorar a qualidade do atendimento à população.

Para a pesquisa de melhoria e adequação dos serviços jurisdicionais do TJPE para os próximos 20 anos, o estudo levou em consideração itens como Redução ou Crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) e renda do Estado de Pernambuco, Participação da mulher no mercado de trabalho, Novos conceitos de família, Investimentos Públicos, Envelhecimento da sociedade e Consolidação da consciência dos direitos sociais, dentre outros.

...............................................................................................

Texto: Micarla Xavier | Ascom TJPE

Foto: Anderson Freitas | Agência Rodrigo Moreira