Notícias Notícias

Voltar

TJPE conta com novos coletores ecológicos nos seus prédios


Com foco na preservação do meio ambiente, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) lançou mais uma ação sustentável através da implantação de 200 novos coletores ecológicos nas suas dependências, desde a retomada gradativa das atividades presenciais no Judiciário estadual. Os materiais foram adquiridos por meio de licitação, antes da pandemia, e são 100% reciclados, provenientes de tubos de aparas de creme dental (composto 75% de plásticos e 25% de alumínio), em substituição aos coletores de papelão do Projeto de Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos utilizados em diversos prédios.

Essa mudança visa reduzir os impactos ambientais negativos pela não extração de mais recursos naturais, bem como, fazer a destinação correta de resíduos reutilizáveis. Para isso, os novos coletores utilizam o conceito de Economia Circular para sua produção (do berço ao berço), através do círculo de vida dos produtos, favorecendo o reaproveitamento de recursos e produtos no final de sua vida útil. 

Entre outras medidas, a lei atual das licitações incentiva a aquisição de produtos e serviços em promoção ao Desenvolvimento Nacional Sustentável e utiliza como critérios sustentáveis a aquisição de bens e serviços com baixo impacto sobre recursos naturais. Além disso, esta ação contribui para os objetivos do Plano de Logística Sustentável, lembrando também que o TJPE integra a Comissão Ecos de Pernambuco, um protocolo de cooperação técnica assinado por 11 órgãos públicos voltados ao compartilhamento de ações e práticas de responsabilidade socioambiental.
.............................................
Texto: Priscilla Marques | Ascom TJPE
Foto: Assis Lima | Ascom TJPE