Notícias Notícias

Voltar

TJPE e Esmape realizam curso sobre Gestão e Prática de Indicadores nos Gabinetes

Mosaico de pessoas assistindo curso online
 
Até o dia 2 de outubro, assessores e servidores do 2º Grau do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) estarão realizando o curso Gepro- Gestão e Prática de Indicadores nos Gabinetes, promovido pela Escola Judicial de Pernambuco (Esmape). A primeira turma teve início em 15 de setembro, e a capacitação com 15 horas-aula ocorre na modalidade remota assíncrona e haverá um encontro ao vivo no dia 28 de setembro, das 9h às 12h.
 
O curso tem como objetivo geral trabalhar as estatísticas do Poder Judiciário, conceitos, formas de cálculos e os critérios de cumprimento dos indicadores do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), as tabelas processuais unificadas, o Datajud, além de todos os cenários estatísticos atuais dos gabinetes do TJPE. A formação faz parte do plano de ação solicitado pelo CNJ aos gabinetes que foram inspecionados recentemente pelo órgão, bem como para os demais não inspecionados, mas que desejaram também atualizar suas formações.
 
Entre os objetivos específicos do curso estão: entender o contexto histórico da preocupação estatística do Poder Judiciário, a partir da criação do próprio CNJ, especialmente no tocante às metas, taxa de congestionamento e o Datajud; internalizar os conceitos, fórmulas de cálculo e os critérios de cumprimento das metas nacionais, taxa de congestionamento e outros indicadores do Justiça em Números; adequar a classificação e movimentação processual segundo as tabelas processuais unificadas do CNJ; conhecer as funcionalidades e filtros do instrumento de monitoramento do próprio Gepro, sistema próprio de auxílio ao segundo grau do TJPE; e desenvolver um plano de ação para a melhoria dos indicadores de desempenho.
 
Para o juiz coordenador da Governança do TJPE, Élio Braz, por abordar de forma prática os indicadores do CNJ e as metas nacionais, é de suma importância esse curso de aperfeiçoamento. “A Presidência do TJPE, em parceria com a Esmape, está ofertando aos gabinetes de todos os desembargadores essa capacitação, a qual visa aperfeiçoar as melhores habilidades já existentes nos colaboradores do segundo grau. É um compromisso da Governança, Presidência e Esmape estar sempre junto aos gabinetes, desembargadores, assessores e servidores para o aperfeiçoamento das suas práticas e habilidades construídas ao longo da nossa história, que precisa estar adaptada às novas interfaces que o CNJ traz”, conclui o magistrado.
 
..................................................
Texto: Priscilla Marques | Ascom TJPE
Imagem: iStock