Últimas Notícias em destaque

Voltar

TJPE elege mesa diretora para biênio 2016/2017

 
Desembargadores Fernando Martins, Roberto Ferreira Lins, Leopoldo Raposo e Adalberto Melo foram eleitos pelo Pleno do TJPE para os cargos de 2º vice-presidente, corregedor geral da Justiça, presidente e 1º vice-presidente do Tribunal, respectivamente, para o biênio 2016/2017
 
 
O Pleno do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) elegeu, em sessão ocorrida nesta sexta-feira (13/11), a mesa diretora para o biênio 2016/2017. O desembargador Leopoldo Raposo foi eleito presidente do Poder Judiciário de Pernambuco. O novo corregedor geral da Justiça será o desembargador Roberto Ferreira Lins, e a 1ª e a 2ª vice-presidência serão ocupadas, respectivamente, pelos desembargadores Adalberto Melo e Fernando Martins. A posse será em fevereiro de 2016.
 
Durante a sessão do Pleno, que teve lugar no Palácio da Justiça, os 46 desembargadores do TJPE presentes elegeram o novo presidente e o novo corregedor por unanimidade. Para a 1ª vice-presidência, o desembargador Adalberto Melo obteve 37 votos, enquanto o desembargador Fernando Martins foi escolhido com 43 votos para a 2ª vice-presidência.
 
Em seu pronunciamento após a eleição, o desembargador Leopoldo Raposo agradeceu aos familiares e a seus pares. "Que façamos todos uma profícua administração. É um desafio, dadas as circunstâncias econômicas que o país atravessa", considerou. O atual presidente do TJPE, desembargador Frederico Neves, desejou à nova mesa diretora uma gestão frutuosa.
 
O projeto de lei que versa sobre a alteração do Código de Organização Judiciária e define corte de despesas, que seria votado na mesma sessão, teve sua apreciação adiada para a próxima segunda-feira (16/11), às 9h.
 
Perfis
 
Leopoldo Raposo – O desembargador Leopoldo de Arruda Raposo, 67 anos, foi promovido ao cargo pelo critério de antigüidade no dia 17 de março de 2003. Formado pela Unicap em 1973 e pós-graduado em administração pública pela Escola de Serviços Urbanos, ligada à Presidência da República, Leopoldo Raposo começou sua carreira em 1981, nas comarcas de Poção e Pesqueira. No ano seguinte, foi promovido para a 2ª entrância na comarca de Ouricuri. Em 1985, chegou ao Recife, onde exerceu o cargo de Juiz Titular da 1ª Vara de Sucessões e Registros Públicos. Como desembargador, presidiu a 5ª Câmara Cível e foi diretor da Escola Superior da Magistratura de Pernambuco. Compõe a Corte Especial do Tribunal de Justiça. Em fevereiro de 2014, foi eleito 1º vice-presidente do Tribunal, tendo sido eleito presidente para o biênio 2016/2017. É casado e, pai de dois filhos.
 
 
 
 
 

Roberto Ferreira Lins – Nascido em 1951 no Recife, o desembargador Roberto Ferreira Lins formou-se em direto pela Universidade Católica de Pernambuco, em 1975. Em outubro de 1982, foi nomeado juiz de direito substituto de 1ª Entrância, designado para a comarca de Flores. Posteriormente, exerceu a judicatura nas comarcas de Rio Formoso, Barreiros e Olinda. Em 1991, tornou-se juiz de direito titular na 2ª Vara do Júri da Capital, onde atuou por mais de dez anos. Foi promovido a desembargador em outubro de 2004, pelo critério de merecimento, à unanimidade de votos. Em 2009, foi eleito para presidir o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco. Eleito pelos seus pares para o cargo de corregedor geral da Justiça no biênio 2016/2017.
 
 
 
Adalberto Melo – Adalberto de Oliveira Melo, nascido em 16 de novembro de 1951 na cidade de Caruaru, assumiu o cargo de juiz de direito aos 29 anos na comarca de Pedra. Em 1986 foi promovido a juiz substituto da Capital. Um ano depois, passa a exercer a função de juiz auxiliar da Corregedoria Geral da Justiça. O magistrado foi ainda Juiz Eleitoral de Salgueiro, em 1988. No ano seguinte, foi membro do Colégio Recursal dos Juizados Especiais por dois anos. Integrou ainda a Comissão de Estudos Preliminares, elaborando o esboço do anteprojeto do novo Código de Organização Judiciária do Estado de Pernambuco. Em 1992, foi designado Juiz Titular do I Colégio Recursal e, desde 1997, respondia pela 18ª Vara Cível da Capital. Adalberto Melo foi promovido a desembargador pelo critério de antiguidade em 2004. Foi membro eleito da Corte Especial nos anos de 2010 a 2012. Assumirá, em fevereiro de 2016, o cargo de 1º vice-presidente do Tribunal.
 
 
Fernando Martins – Nasceu no Recife no ano de 1949. Formado em direito pela Universidade Federal de Pernambuco em 1973. Advogou até 1978, quando fez concurso para o cargo de delegado de Polícia e ficou até 1982, sendo promovido por merecimento a delegado da Capital. Em dezembro de 1982, foi nomeado juiz de direito de Araripina, cumulando as comarcas de Exu e o termo de Trindade. Atuou mais tarde em Aliança, Olinda, Limoeiro e Paulista. Pelo critério de merecimento, foi promovido a juiz de direito da Capital, ocupando a 3ª Vara da Fazenda Pública, sendo posteriormente removido para a Vara da Fazenda Municipal. Por permuta, foi nomeado Juiz de Direito da 1ª Vara Cível da Capital. O desembargador Antônio Fernando Martins é casado e tem cinco filhos. Passará a ser 2º vice-presidente do TJPE a partir de fevereiro de 2016.
 
 
 
 
 
.................................................................................................
 
Texto: Cláudia Vasconcelos | Ascom TJPE
 
Fotos: Assis Lima | Ascom TJPE