Notícias

Voltar

TJPE nomeia mais 20 classificados no concurso de juiz substituto

 
Com a nova publicação, chega a 53 o número de convocados para atuar no Judiciário estadual
 
A nomeação de mais 20 classificados no concurso para juiz substituto do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) foi publicada no Diário de Justiça Eletrônico (DJe) de 27 de outubro. No total, foram aprovados 100 candidatos para o concurso, realizado em 2015. Em fevereiro deste ano, 33 classificados foram nomeados. Com a nova publicação, chega a 53 o número de convocados para atuar como juiz substituto no Judiciário estadual. 
 
A seleção pública durou um ano e envolveu diversas etapas, a exemplo de prova oral, prova de sentença e análise de títulos. Em janeiro de 2016, a Corte Especial do TJPE homologou o resultado final do concurso. À medida que forem superadas restrições orçamentárias, mais aprovados serão nomeados, uma vez que o Poder Judiciário de Pernambuco registra atualmente cerca de 200 cargos vagos de juiz.
 
O presidente do TJPE, desembargador Leopoldo Raposo, ressalta a importância da nomeação de mais concursados para exercer o cargo de juiz substituto. "Estamos empenhados em viabilizar mais nomeações dentro da nossa realidade orçamentária. Buscamos sempre promover uma melhor infraestrutura de trabalho para atender da melhor forma o jurisdicionado", observou. 
 
A desembargadora Daisy Maria Andrade Costa Pereira presidiu a Comissão do Concurso, que também teve como integrantes os desembargadores Alexandre Assunção, André Guimarães, mauro Alencar e Odilon Oliveira. 
 
A magistrada Daisy Maria Andrade destaca o desafio da atividade judicante e as características necessárias para atuar como um profissional voltado para atender à população com eficácia. "O julgador deve sempre permear sua atividade em princípios éticos que assegurem a independência necessária para o exercício da magistratura. Acredito que o esforço diário como agente público no exercício da função de juiz é, sobretudo, servir a instituição, e nunca dela servir-se", afirmou. 
 
Documentos – Os nomeados devem apresentar a seguinte documentação no TJPE: declaração de bens e valores, declaração de junta médica deste Tribunal, considerando o candidato aprovado apto no exame prévio de sanidade e capacidade física e declaração de não acumulação de cargos públicos.
..........................................................................................
Texto: Ivone Veloso | Ascom TJPE
Foto: Assis Lima  |  Ascom TJPE