Notícias Notícias

Voltar

TJPE realiza primeiro casamento coletivo virtual no Núcleo de Conciliação


 

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) realizou, na manhã da sexta-feira (4/12), o seu primeiro casamento coletivo virtual na Justiça estadual, iniciativa coordenada pelo seu Núcleo de Conciliação – Nupemec. O evento encerrou a realização da 15ª Semana Nacional da Conciliação, ação conjunta do TJPE e Conselho Nacional de Justiça, iniciada na segunda-feira (30/12).

A mesa de honra virtual do evento, transmitido pelo canal oficial do YouTube da Assessoria de Comunicação Social - AscomTJPE, foi comandada pelo presidente do Tribunal, desembargador Fernando Cerqueira. O chefe do Judiciário estadual desejou votos de felicidade aos noivos e noivas, bem como afirmou que "o TJPE, através do casamento coletivo virtual, está prestando um serviço social relevante que alcança as famílias pernambucanas”.

Para o coordenador geral do Nupemec, desembargador Erik Simões, o casamento coletivo “aproxima a Justiça da população através da festa, da alegria e do amor”. O magistrado também agradeceu o presidente do TJPE por todo apoio prestado às iniciativas do Núcleo de Conciliação – Nupemec.

Celebração - A cerimônia, com duração de cerca de uma hora e meia, foi iniciada com a apresentação do Coral do TJPE e do Quinteto de Cordas e piano da Orquestra Criança Cidadã. Os músicos que interpretaram a música Imagine, sucesso do compositor britânico John Lennon, foram regidos pela maestrina Amilca Aniceto.

Coube a juíza da 12ª Vara de Família e Registro Civil da Capital, Andréa Epaminondas Tenório de Brito celebrar a união dos 69 casais que incluíram muitos já vivendo em união estável, com filhos e até netos. Apenas dois dos 71 inscritos nas Casas da Justiça e Cidadania (CJCs), sediadas nos bairros do Coque e Bongi, remarcaram seu casamento para outra data devido a compromissos familiares inadiáveis.

Em sua mensagem aos noivos, a juíza celebrante destacou que casar é celebrar o respeito e a consideração entre duas pessoas que se amam, e também um ato de grande responsabilidade, pois se está formando “uma família - instituição em que está baseada a sociedade”. Em seguida, ela convocou o noivo e a noiva para confirmarem o “sim” em áudio e vídeo, instando aos nubentes a trocar as alianças. Ao final da cerimônia, os participantes do casamento coletivo virtual foram homenageados pelo Nupemec com a transmissão de fotos cedidas pelos noivos ao evento.


 

Experiência única e inovadora

Janete Maria da Silva Vicente, cabeleireira, casada com Givanildo Vicente, que atua como vigilante, confessa que, como toda noiva, estava ansiosa e nervosa na cerimônia do casamento virtual, mas a experiência foi não só renovadora, “mas inovadora”. A cabeleireira considera que foi a melhor solução para casar com saúde e segurança em tempos de distanciamento social, ocasionado pela atual pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

“Além do mais, eu indico casar através da internet, pois como você não se desloca para algum cartório, pode-se arrumar melhor para o noivo, e preparar melhor sua casa para a festa. Tanto que recomendei para uma amiga minha participar da experiência e ela casou hoje assim também”, conta.
Ela, que vivia há dois anos em união estável com Givanildo, agradeceu efusivamente a todos que tornaram o seu casamento possível. “O TJPE realizou de forma maravilhosa o meu sonho de casar oficialmente. Estamos muito felizes”.

Certidão – Os 71 casais receberão sua Certidão de Casamento gratuitamente no Cartório do Registro Civil do 5º Distrito Judiciário da Comarca do Recife. As CJCs do Coque e do Bongi, em respeito às restrições proibitivas de aglomeração humana, irão agendar dia e hora para que possam retirar presencialmente sua certidão.  A entrega do documento começa a partir da próxima segunda-feira (7/12).

Mesa de Honra virtual – Além do presidente do TJPE, do coordenador do Nupemec, e da juíza celebrante a mesa do evento foi formada pelo coordenador geral adjunto do Nupemec, juiz Marcus Vinícius Nonato Torres; pelo coordenador setorial dos Centros Judiciários, desembargador Leopoldo de Arruda Raposo; pela coordenadora setorial das Casas de Justiça e Programas Especiais do Nupemec; juíza Mariana Vargas, e pelo desembargador do TJPE, Humberto Costa Vasconcelos Júnior.

O coordenador setorial das Câmaras Privadas do Nupemec, juiz Breno Duarte; os juízes assessores especiais da Presidência do TJPE, Fernanda Chuhay, Alberto Freitas e Frederico de Morais Tompson; a diretora executiva do Nupemec, Tarciana Chalegre; e o representante da Faculdade Uninassau - entidade que encaminhou 10 dos 71 casais participantes, Sérgio Murilo Júnior. A cerimônia do casamento coletivo virtual foi encerrada pela juíza Mariana Vargas, desejando votos de felicidades aos, agora civilmente, maridos e esposas.


........................................................................
Texto: Izabela Raposo | Ascom TJPE    
Imagem: Istock
Imagem2: Cortesia