Notícias

Voltar

Transmissão de Seminário Internacional de Justiça Restaurativa atrai público ao CIJ TJPE

Público vendo telão com transmissão do evento
Atividade contou com a participação de agentes de instituições além do Tribunal

A Coordenadoria da Infância e Juventude (CIJ) do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) transmitiu, ao vivo, o Seminário Internacional de Justiça Restaurativa, que aconteceu nos dias 23 e 24 de março na cidade de São Paulo. O evento foi exibido no Auditório da unidade, localizada no Centro Integrado da Criança e Adolescente (Cica), bairro da Boa Vista, no Recife. 

A servidora Daniele Sátiro, da 2ª Vara da Infância e Juventude da Capital, defende que “participar da transmissão foi fundamental, porque, além de aproximar as questões das produções, permite o acesso de forma direta, sem precisar que a gente se desloque para lá. Pudemos conhecer o processo histórico da justiça restaurativa no Brasil e tivemos condições de construir um panorama geral, localizando a situação de Pernambuco nesse processo de justiça restaurativa”.

Entre os temas discutidos no Seminário, estiveram a justiça restaurativa como política pública no Brasil; a experiência canadense ao aplicar a justiça restaurativa nos crimes de maior potencial ofensivo; e os processos formativos para promover o aprendizado em práticas restaurativas.

Para Socorro Barros, pedagoga da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), a oportunidade de participar de um evento à distância foi importante para sua atualização profissional. “Pra mim, foi um grande presente. Que coisa boa poder participar de um Seminário Internacional em São Paulo. A experiência foi riquíssima. A todo o momento, eu me reportei à minha prática, me autoavaliando. Foi de uma riqueza”, comentou.

Com o tema “Diversos Saberes Dialogando para Transformar Realidades”, o Seminário Internacional de Justiça Restaurativa foi promovido pela Escola Paulista da Magistratura, em parceria com o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, por meio da Coordenadoria da Infância e da Juventude; o Consulado Geral do Canadá em São Paulo; e com a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo.
.............................................................................................................................
Texto: Amanda Machado – Francisco Shimada | Ascom TJPE
Fotos: Equipe CIJ TJPE