Notícias

Voltar

Tribunal e parceiros realizam coleta seletiva itinerante de materiais diversos

Coletores de resíduos instalados em edifício do TJPE

Em 2017, 22 toneladas de resíduos sólido produzidos no TJPE foram destinados à coleta seletiva

Papel, papelão, livros, eletroeletrônicos, pilhas, óleo de cozinha, material de escrita, esponjas de cozinha, maquiagem, esmaltes, perfumaria, plástico, vidro, metal e medicamentos vencidos. Esses são alguns dos materiais que podem ser deixados em estações itinerantes de coleta seletiva instaladas em unidades do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) dentro da programação da 10ª Semana do Meio Ambiente. O evento começou em 4 de junho e segue até o dia 20 deste mês.

No Edifício Paula Baptista, localizado no bairro de Santo Antônio próximo ao Palácio da Justiça e à Praça da República, no Recife, a estação de coleta itinerante vai ficar disponível até a sexta-feira (8/6). Em seguida, de 11 a 15 de junho, os coletores de materiais recicláveis ficarão no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, na Ilha Joana Bezerra. Por fim, de 18 a 20 de junho, será a vez da Central dos Juizados Especiais, na Imbiribeira, receber os equipamentos.

A iniciativa busca conscientizar as pessoas a respeito do correto descarte de materiais diversos. Apenas em 2017, no TJPE, a coleta seletiva de resíduos sólidos chegou a 22 toneladas, de acordo com dados do Núcleo de Sustentabilidade da instituição. Ainda nesse campo, o Tribunal ampliou, nesta terça (6/6), os pontos de descarte de pilhas de seis para 11 prédios do Judiciário. No total, desde março deste ano, foram recolhidos 77 quilos de pilhas.

Coletores de pilhas e óleo ao lado de escadaria do Paula Baptista

Coletores fixos de pilha e óleo instalados ao lado da escadaria do Edifício Paula Baptista, no Recife

A coleta seletiva é realizada em parceria com o Comitê Ecos de Pernambuco, formado pelo TJPE, pelo Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-PE), pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) e pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Ele foi instituído em setembro de 2014, com o objetivo de desenvolver ações que propiciem maior responsabilidade socioambiental dos tribunais, e conta com o apoio do Grupo de Gestão Ambiental de Pernambuco (Gampe) da Rural.

Mais – Para os colaboradores do Fórum de Jaboatão dos Guararapes, o Tribunal promove, em 13 de junho, das 9h30 às 11h30, uma ação de plantio de 32 mudas de pau-brasil. Os participantes poderão adotar uma muda, plantando a mesma nos canteiros disponíveis ao redor do prédio e ainda colocar uma placa com seu nome no local. A ação conta com o apoio do Projeto Epersol Carbono Zero e da Orgânica Engenharia e Consultoria Ambiental.

Notícias relacionadas

TJPE amplia pontos de coleta de pilhas

Promovida pelo TJPE, Feira Orgânica movimenta 10ª Semana do Meio Ambiente

Tribunal promove 10ª Semana do Meio Ambiente

Palácio da Justiça ganha iluminação especial pelo meio ambiente

........................................................................................................
Texto: Francisco Shimada – Ivone Veloso | Ascom TJPE
Foto: Assis Lima | Ascom TJPE