Últimas Notícias em destaque

Voltar

Tribunal promove feira de produtos orgânicos

Consumidor e agricultora conversam sobre produtos em frente à banca de verduras
Dos detalhes de cultivo aos preços, consumidores e agricultores conversam durante a feirinha
 
Estar no Centro do Recife e ter a comodidade de acesso a produtos cultivados sem o uso de agrotóxicos. Graças à ação do Núcleo de Sustentabilidade da 2ª Vice-Presidência do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), em parceria com a Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), nesta terça-feira (23/8), foi possível comprar alimentos saudáveis diretamente de produtores rurais. Instalada no estacionamento da Sefaz, próximo ao Palácio da Justiça e ao Fórum Paula Baptista, no bairro de Santo Antônio, a Feira Orgânica terá periodicidade semanal, com atendimento ao público das 10h às 15h.
 
Organizada pelo Núcleo de Sustentabilidade do TJPE, a feira tem o objetivo de promover o consumo consciente de alimentos, estimulando práticas alimentares mais saudáveis e com respeito ao meio ambiente, como destaca a assessora especial da 2ª Vice-Presidência, a juíza Virgínia Gondim. "A iniciativa fomenta a cultura da sustentabilidade ambiental, promove o consumo saudável e ainda fortalece a produção de agricultores locais que investem seu trabalho no cultivo de produtos sem o uso de agrotóxicos", afirmou a magistrada.
 
Agricultora mostra bolos e doces feitos com produtos orgânicos
Além de frutas e verduras, também é possível encontrar lanches produzidos com alimentos orgânicos
 
Os agricultores participantes da Feira Orgânica são membros da Associação de Agricultores do Imbé e de Marrecos e de Lagoa de Itanhenga, supervisionados pela Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro). Todos já atuam na feira realizada toda quinta-feira no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, na Ilha Joana Bezerra, no Recife. "Eu vendo doces e salgados. São feitos por mim e minha família com produtos da horta de nossa casa. É muito bom participar dessa feira. Eu trabalho na feira do Fórum de Joana Bezerra, e o público me faz muito bem. Quando percebo que vai faltar algum produto para fazer meus doces e salgados, eu vou logo pedir ajuda de outros agricultores, para não faltar nada aos meus clientes", revelou a agricultora Iracema Severina da Silva.
 
Para o chefe do Núcleo de Sustentabilidade no Tribunal, Airton Rocha, a feira na modalidade permanente representa a realização de um projeto desejado por magistrados e servidores, também possível graças aos parceiros. "Esta feira é um sonho que está se realizando. Promovemos algumas feiras durante as edições da Semana do Meio Ambiente do TJPE, mas é a primeira vez que realizamos uma com periodicidade semanal aqui no Centro. Já era uma demanda de nosso público interno. Estamos muito satisfeitos com a parceria com a Sefaz, promovendo um evento que tem um forte caráter socioambiental", ressaltou Rocha.
 
O pensamento de Airton Rocha é compartilhado pela superintendente de Gestão de Pessoas da Sefaz, Ana Paula Xavier. "Estou muito feliz, não apenas institucionalmente como também de um modo pessoal. Há alguns anos, somos parceiros do Tribunal de Justiça em relação aos eventos da Semana do Meio Ambiente, e esse projeto de uma feira permanente é fruto de uma parceria importante para todos", ressaltou Ana Paula.
 
Equipes do TJPE e da Sefaz
Equipes do TJPE e da Sefaz, parceiras na realização da Feira Orgânica
...................................................................................................................................
Texto: Micarla Xavier e Francisco Shimada | Ascom TJPE
Fotos: Assis Lima | Ascom TJPE