Últimas Notícias em destaque

Voltar

Vara da Infância de Jaboatão promove encontro com pais e filhos no Dia Nacional da Adoção

 
Adriana e o marido, moradores de Jaboatão, realizaram sonho ao adotarem Karla, de 2 anos e meio
 
 
Marcela agora é filha de Mariana e José Custódio. Adriana e André realizaram o sonho de ser pais de uma menina com a chegada de Karla. E os irmãos Alexandre, Aparecida e Almir passaram, há 5 anos, a chamar Jorge Braz de pai. Históriasde famílias como essas foram compartilhadas no Fórum de Jaboatão dos Guararapes, em encontro promovido pela Vara da Infância e Juventude da comarca, em comemoração ao Dia Nacional da Adoção, na última quarta-feira (25/5).
 
De abril de 2015 a abril de 2016, 22 famílias adotaram crianças e adolescentes em Jaboatão dos Guararapes. Segundo a juíza da Vara da Infância e Juventude da comarca, Christiana Brito Caribé, a promoção do encontro com esses pais e filhos demonstra que a atuação da Justiça não se limita à sentença de adoção. "Queremos que as famílias saibam que estamos aqui de portas abertas para dar apoio. A ideia é que eles mantenham contato também entre si e troquem experiências", ressaltou a magistrada.
 
 
A juíza da Vara da Infância e Juventude de Jaboatão dos Guararapes, Christiana Caribé, salientou que as famílias podem contar com o apoio da magistrada e dos servidores mesmo após a adoção
 
 
Pais de Marcela, de 2 anos, os comerciantes Mariana Maia e José Custódio de Lima Júnior esperaram com ansiedade pelo momento em que conheceriam a filha. "Nem parece que estamos juntos há dois meses. Parece que sempre foi assim", alegra-se o pai. "Foi amor à primeira vista", emociona-se Mariana. A apoio de caixa Adriana Patrícia Silva sonhava ser mãe de uma menina e também procurou ingressar no Cadastro Nacional de Adoção (CNA) junto com o marido, André José da Silva. "Karla é minha vida", orgulha-se a mãe.
 
Foi a partir do trabalho voluntário que o motorista e cuidador Jorge Braz, conheceu a realidade de uma casa de acolhimento. Motivado a adotar, buscou a Vara da Infância e Juventude de Jaboatão e há cinco anos tornou-se pai de três irmãos. Alexandre, de 15 anos, Aparecida, 13, e Almir, 8, agora têm garantido o direito à convivência familiar. "Sou pai solteiro, uma tarefa difícil. Acima de tudo, amo meus filhos e sei que a recíproca é verdadeira", conta. "Nosso pai é um guerreiro. Recebemos muito amor", diz Alexandre.
 
Para adotar uma criança ou adolescente, os pretendentes necessitam procurar, na comarca onde residem, a Vara da Infância e Juventude ou unidade do Poder Judiciário com essa competência. A partir daí, poderão iniciar o processo de habilitação no Cadastro Nacional de Adoção (CNA), condição exigida para qualquer pessoa que deseja adotar.
 
A confraternização em Jaboatão recebeu apoio da instituição Shores of Grace, que trabalha com crianças e mulheres em risco no município e é gerida pelo casal de norte-americanos Rachael e Nicholas Billman.
 
 
 
 
 
...............................................................................................
 
Texto: Cláudia Vasconcelos | Ascom TJPE
 
Fotos: Ivson Lira | Agência Rodrigo Moreira