Notícia Destaque

Voltar

Vara da Infância e Juventude de Jaboatão promove Curso de Pretendentes à Adoção

A Vara da Infância e Juventude de Jaboatão dos Guararapes promove, nesta sexta-feira (10/6) e no sábado (11/6), o 14º Encontro de Pretendentes à Adoção, no auditório do Fórum Henrique Capitulino, localizado na BR 101 Sul, Km 80. O encontro tem como objetivo orientar os cerca de 50 candidatos sobre os aspectos jurídicos, psicológicos, sociais e pedagógicos que envolvem a adoção e o exercício da parentalidade.
  
Segundo a juíza da Vara da Infância da Comarca, Christiana Caribe, durante o curso os participantes terão contato pela primeira vez com crianças e adolescentes aptos à adoção. "Essa interação é salutar porque proporciona aos que desejam adotar uma maior reflexão sobre a idealização do  filho adotivo, em detrimento das crianças e adolescentes reais, que esperam ansiosos por uma nova família. O encontro é uma grande oportunidade também para os candidatos esclarecerem dúvidas e tomarem ciência dos trâmites do processo de adoção", observou.
 
Os participantes irão assistir a palestras sobre adoção, além de depoimentos em vídeo de pais que adotaram,  e a apresentação de uma peça teatral sobre a adoção tardia, que envolve crianças e adolescentes de três a 17 anos de idade.
 
Os palestrantes inscritos no evento são a juíza Christiana Caribé; a professora da Universidade Federal Rural de Pernambuco, Eneri Saldanha; os conselheiros tutelares Gilmar Benevides e Michelly Catarine; e as integrantes da equipe interprofissional da Vara da Infância de Jaboatão: a assistente social Carla Patrícia Novaes, e as psicólogas Denise Pereira e Mirela Torres. O encontro tem o apoio e a participação do Conselho Tutelar da cidade entre outras entidades civis. 
 
Curso - A ação é obrigatória para todos os pretendentes conforme a Lei Nacional de Adoção 12.010/2009 e está prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). A exigência do ECA, regulamentada no Tribunal de Justiça de Pernambuco pela Instrução Normativa Conjunta nº 001/2013, prevê que a cada seis meses os juízes da Infância e Juventude promovam cursos preparatórios à adoção.
 
.......................................................................................
Texto: Redação   |   Ascom TJPE