Notícias

Voltar

Vepa inicia aplicação de nova metodologia junto a cumpridores de penas

A equipe psicossocial da Vara de Execução de Penas Alternativas (Vepa) do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) inicia a aplicação de uma nova metodologia, que envolve círculos de práticas restaurativas, nesta segunda-feira (1º/08). Inicialmente, a atividade conta com 60 cumpridores de penas restritivas de direitos, divididos em duas turmas de 30 participantes, nos horários de 10h e 14h. 
 
A implementação dos círculos visa a qualificar o acolhimento dos cumpridores, cuja participação é a primeira etapa do cumprimento das penas restritivas de direitos. A formatação dos círculos se baseia no Guia do Facilitador dos Círculos de Justiça Restaurativa e de Construção da Paz, da especialista Kay Pranis, estudiosa que aplicou o método dos círculos restaurativos em prisões, comunidades e outros grupos sociais no estado de Minnesota, nos Estados Unidos. 
 
O entendimento de Kay é que "cada participante do círculo tem igual valor e dignidade, dando uma voz igual a todos".  A psicóloga da Vepa, Adriana Melo, explica que essa prática possibilita a construção de um espaço de diálogo para a promoção de conteúdos educativos e restaurativos, reflexões, além da identificação de habilidades, conhecimentos e demandas dos cumpridores. 
 
Os encontros serão no Centro de Acompanhamento a Penas e Medidas Alternativas (Capema), localizado no 1º andar, ala sul do Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, na Ilha Joana Bezerra, no Recife. A programação prevê dois encontros às segundas-feiras, totalizando 240 participantes, divididos em oito turmas mensais. 
 
Informações
 
Com a coordenadora geral do Capema, Jana Gabriela Barros da Silva
Telefones: (81) 3181-0150 / 3181-0444
.........................................................................................
Texto: Izabela Raposo | Ascom TJPE