Notícias Notícias

Voltar

Programas de Apadrinhamento mudam a vida de crianças e adolescentes


 

Com o objetivo de proporcionar a convivência comunitária e/ou suporte material ou profissional a crianças e adolescentes que estão em instituições de acolhimento sem possibilidade de retornar à família de origem e com poucas perspectivas de adoção, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) desenvolve os Programas de Apadrinhamento no estado. Atualmente, a instituição possui 13 iniciativas distribuídas em algumas Comarcas, como Recife, Cabo de Santo Agostinho, Vitória de Santo Antão, Palmares e Petrolina. 

“O apadrinhamento é importantíssimo na vida das crianças e adolescentes acolhidos, pois oferta um convívio que não é propiciado pela instituição; trata-se da oportunidade de estar em família e comunidade”, explica a psicóloga do Núcleo de Apoio a Comissão Estadual Judiciária de Adoção (Ceja-PE), Mirela Torres. De acordo com ela, as equipes das instituições relatam a melhoria na autoestima, no comportamento, no rendimento escolar de crianças e adolescentes que participam da iniciativa. 

O público-alvo do apadrinhamento promovido pelo TJPE são crianças a partir de dez anos e adolescentes, além de crianças de qualquer idade e adolescentes com deficiência. O apadrinhamento não cria vínculo jurídico entre a madrinha/o padrinho e a afilhada ou o afilhado e pode ser do tipo afetivo; financeiro ou provedor; financeiro ou provedor institucional; e profissional ou voluntário.

A madrinha/o padrinho afetivo visita a criança ou a(o) adolescente regularmente, podendo passar finais de semana, feriados ou férias escolares com ela(e), proporcionando a vivência social e afetiva por meio da convivência comunitária. Já o(a) financeiro(a) ou provedor(a) dá suporte material ou financeiro, por meio de doação de material que atenda à necessidade da(o) afilhada(o) ou através de contribuição financeira mensal, custeando gastos com escola, reforço escolar, custeio de tratamentos na área de saúde, curso profissionalizante, prática de esportes, entre outras atividades.

A madrinha/o padrinho financeiro ou provedor(a) institucional dá uma ajuda financeira única ou periódica para uma instituição acolhedora. Com isso, a entidade pode comprar equipamentos e/ou outros materiais necessários para o acolhimento de crianças e adolescentes. Já no apadrinhamento profissional ou voluntária(o), a pessoa disponibiliza seu trabalho voluntariamente para atender às necessidades de crianças e adolescentes em situação de acolhimento institucional. 

Marcílio Lopes e Andréia Cabral apadrinharam, há cerca de seis meses, um adolescente e falam um pouco da experiência. “Eu trabalhava como educador social da casa de acolhimento Casa da Madalena e o adolescente, que hoje é nosso afilhado, sempre pedia para eu ser padrinho dele. Quando fui trabalhar em outro espaço, falei com minha esposa e entramos com processo de apadrinhamento afetivo”, conta Marcílio. “Ser padrinho afetivo está sendo maravilhoso. Hoje somos um outro casal, nosso afilhado só nos traz alegria e muito orgulho”, afirma.

Para participar dos Programas de Apadrinhamento do TJPE é necessário possuir mais de 18 anos, comprovar idoneidade moral e comparecer à Vara da Infância e Juventude de sua cidade para se inscrever no programa. O apadrinhamento financeiro/provedor e profissional/voluntário também pode ser feito por pessoa jurídica. Caso não haja programa próprio de apadrinhamento na Comarca da pessoa interessada em participar da iniciativa, ela poderá se candidatar ao apadrinhamento por meio do Programa Pernambuco que Acolhe, oferecido pela CEJA-PE. Nestes casos, é necessário preencher a ficha de inscrição online, disponível no site do TJPE. A equipe técnica da Comissão Estadual Judiciária de Adoção entrará em contato para agendar a entrevista e outros procedimentos necessários à efetivação do apadrinhamento.
 
Confira se a cidade em que você mora possui programa de apadrinhamento próprio.
 

Recife - Estrela Guia 
2ª Vara da Infância e Juventude da Capital
Centro Integrado da Criança e do Adolescente
Rua João Fernandes Vieira, 405, Boa Vista
Telefones: (81) 3181.5962/5904
 
Olinda - Anjos de Olinda
Vara da Infância e Juventude da comarca de Olinda
Fórum Lourenço José Barreto
Avenida Pan Nordestina, s/n, km 4, Salgadinho/Vila Popular
Telefones: (81) 3182.2681/2682
 
Paulista - Conta Comigo
Vara da Infância e Juventude da comarca de Paulista
Fórum Dr. Irajá de Almeida Lins
Rua Senador Salgado Filho, s/n, Centro
Telefone: (81) 3181.9021/9019
 
Abreu e Lima - Padrinho do Coração 
3ª Vara Cível da comarca de Abreu e Lima
Fórum Serventuário Antônio Camarotti
Avenida da Assembleia, 514, Timbó
Telefones: (81) 3181.9365/9363
 
Jaboatão dos Guararapes - Anjo da Guarda
Vara da Infância e Juventude da comarca de Jaboatão dos Guararapes
Fórum Des. Henrique Capitulino
Rodovia BR-101 Sul, km 80 (em frente à Fábrica Nestlé), Prazeres
Telefones: (81) 3182.6887/6888
 
Cabo de Santo Agostinho – Farol
Vara Regional da Infância e Juventude da 2ª Circunscrição
Fórum Dr. Humberto da Costa Soares
Avenida Presidente Getúlio Vargas, 482, Centro
Telefones: (81) 3181.9255
 
Vitória de Santo Antão - Mãos que Cuidam
Vara Regional da Infância e Juventude da 4ª Circunscrição
Edfifício Vitória Plaza
Rua Melo Verçosa, 350, 1º andar, Matriz
Telefone: (81) 3526.8504/8501
 
Palmares - Laços de Afeto
Vara Regional da Infância e Juventude da 6ª Circunscrição
Fórum dos Palmares Professor Aníbal Bruno
Loteamento Dom Acácio Rodrigues Alves, Quilombo II
Telefone: (81) 3662.0157/0166
 
Caruaru - Projeto Laços: desatando nós, construindo relações
Vara Regional da Infância e Juventude da 7ª Circunscrição
Fórum Juiz Demóstenes Batista Veras
Avenida José Florêncio Filho, Maurício de Nassau
Telefone: (81) 3725.7463
 
Serra Talhada - Família Amiga
Vara Regional da Infância e Juventude da 20ª Circunscrição
Fórum Dr. Clodoaldo Bezerra de Souza e Silva
Rua Cabo Joaquim da Mata, s/n, Tancredo Neves
Telefones: (87) 3929.3586/3574/3593
 
Salgueiro - Construindo Elos
2ª Vara Cível da comarca de Salgueiro
Fórum Cornélio de Barros Muniz e Sá
Rua Manoel Francisco Santiago, 300, Augusto Alencar Sampaio
Telefones: (87) 3871.8779/8787
 
Petrolina - Acolhida Cidadã
Vara Regional da Infância e Juventude da 18ª Circunscrição
Fórum Dr. Manoel Souza Filho
Praça Santos Dumont, s/n, Centro
Telefones: (87) 3866.9779/9773/9781
 
Ceja/PE – Pernambuco que Acolhe
Comissão Estadual Judiciária de Adoção (Ceja-PE)
Centro Integrado da Criança e do Adolescente
Rua João Fernandes Vieira, 405, Boa Vista
Telefones: (81) 3181.5953
 
......................................................................................................
Texto: Cláudia Franco | Ascom TJPE
Arte: Núcleo de Publicidade e Design | Ascom TJPE