Últimas Notícias em destaque Últimas Notícias em destaque

Voltar

9ª Vara de Família da Capital reduz em mais da metade o acervo de processos

O juiz João Targino (de terno) e a equipe de servidores e estagiários comemoram a meta de reduzir o acervo de 2.067 processos para 1.000

 

A 9ª Vara de Família e Registro Civil da Capital diminuiu em mais de 50% o número de processos conclusos para sentença e despachos no ano de 2013. Atualmente, o acervo da Vara é de 973 processos em tramitação. O titular da unidade, o juiz João José Rocha Targino, relatou que foi traçada uma meta no dia 2 de janeiro deste ano, para reduzir o acervo total de 2.067 processos. "A nossa meta era reduzir o acervo para 1.000 processos até o dia 23 de dezembro, último dia útil do ano. No dia 12 de dezembro, batemos esta meta, ou seja, com 11 dias de antecedência".

O magistrado explicou que todo o êxito desta ação foi o trabalho em equipe. "Eu credito grande parte desse sucesso ao engajamento da equipe. Nós tivemos o apoio de todos". Ele ainda revelou que não basta só julgar os processos, mas é necessário realizar as etapas necessárias para finalizar definitivamente a tramitação deles. "Deve-se dar baixa do processo no sistema e, após isso, mandá-lo para o arquivo. Se o magistrado julgar, mas o processo não tiver sido baixado e arquivado, o acervo da vara continuará alto", explicou. Ele também afirma que a colaboração do Ministério Público e da Defensoria Pública foi fundamental nesse resultado.

Ao longo deste ano, foram proferidos 4.553 despachos e realizadas 784 audiências. "Diariamente, não deixamos ação judicial sem andamento e, com essa estratégia, estamos chegando ao fim do expediente sem nenhum processo para despacho e para sentença. E isso é muito importante para a população. Quanto menor o acervo, maior e melhor é o trabalho realizado por todos nós, pois ficamos com mais tempo para focar a nossa atividade em situações mais urgentes e em casos mais complexos", disse o juiz.

A equipe do magistrado na 9ª Vara de Família da Capital tem nove integrantes: duas assessoras, uma chefe de secretaria, e mais seis servidores que auxiliam na unidade. O magistrado é o titular da Vara há 12 anos e revelou que este resultado foi recebido com grande alegria por todos. "Estamos muito felizes e vamos fazer uma confraternização para comemorar. Foram 1.067 sentenças proferidas este ano, e isso é graças ao trabalho intenso de todos da Vara. E o melhor disso, é que o ganho não é só nosso, mas sobretudo da sociedade".


.....................................................................................
Texto: Ruan Samarone | Ascom TJPE