Últimas Notícias em destaque

Voltar

Novos dirigentes da Escola Judicial tomam posse

Desembargadores Adalberto de Oliveira Melo, Jones Figueirêdo e Evandro Magalhães Netto

Desembargadores Adalberto de Oliveira Melo, Jones Figueirêdo e Evandro Magalhães Melo

O presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Adalberto de Oliveira Melo, declarou formalmente a posse dos desembargadores Jones Figueirêdo e Evandro Magalhães Melo como diretor e vice-diretor da Escola Judicial do TJPE (Esmape), respectivamente, para o biênio de 2018-2020. A cerimônia foi realizada na terça-feira (6/2) no auditório Desembargador Nildo Nery, localizado no 1º andar da nova sede da instituição, localizada ao lado do Fórum do Recife. Confira mais fotos nos perfis do Judiciário pernambucano e da Esmape no Flickr.

O evento reuniu secretários, juízes, desembargadores estaduais e federais, advogados, jornalistas, entre outras personalidades da sociedade civil, religiosa e do meio jurídico do estado. O presidente do TJPE destacou que “ao longo de três décadas, a Esmape tornou-se um centro de excelência acadêmica, onde profissionais gabaritados trocam experiências em busca de educação continuada e aperfeiçoamento ético e profissional”.

“Agora, na presença de ilustres colegas, damos boas-vindas aos novos gestores da Esmape, os desembargadores Jones Figueirêdo Alves, novo diretor, e o vice Evandro Magalhães Melo. Profissionais devotados e que irão honrar a tradição da Escola Judicial, que já teve como entusiastas e dirigentes nomes como Cláudio Américo de Miranda, Aluiz Tenório de Brito, Nildo Nery dos Santos, Og Fernandes, Leopoldo Raposo e Eurico de Barros’, lembrou o presidente Adalberto de Oliveira Melo.

Em seu discurso como diretor da Escola Judicial de Pernambuco, o desembargador Jones Figueirêdo agradeceu profundamente ao presidente Adalberto de Oliveira Melo pela confiança depositada nele ao indicá-lo para dirigir a Esmape, bem como louvou a determinação do ex-presidente, desembargador Leopoldo Raposo, em ter alavancado o projeto da nova sede da Escola Judicial.

O novo diretor da Escola, em sua fala, também prestou homenagens aos desembargadores José Fernandes e Carlos Moraes que serão os novos dirigentes do Centro de Estudos Judiciários (CEJ), setor anteriormente dirigido por ele e que ocupará o 5º andar da Escola Judicial. Outras personalidades elogiadas por Jones Figueirêdo foram os diretores anteriores da Esmape, desembargadores Eurico de Barros Correia e Eduardo Sertório.

Diretrizes – Jones Figueirêdo elencou algumas diretrizes de sua gestão. Entre elas, a descentralização da Escola Judicial para o Interior; a possibilidade de atendimento, pelos serviços gráficos do órgão, a todas as demandas de publicações de livros e mídia impressa do Poder Judiciário a partir de editora / gráfica própria; a oferta de mais cursos de pós-graduação e de mestrado, através de parceria com outras instituições de ensino; e a realização de eventos jurídicos com renomados juristas nacionais e brasileiros.

“Quero estimular o sentimento de pertencimento nos magistrados para que, assim como eu, eles nunca percam o fascínio pela toga”, afirmou o novo diretor da Esmape. O desembargador também destacou que essa era a segunda vez que dirigia a escola, já que, em 2006, quando a   entidade era ainda de natureza privada, ele atuou na mesma função.

Público prestigiou o evento realizado na nova sede da Esmape

Público prestigiou o evento realizado na nova sede da Esmape

Após a assinatura do Termo de Transmissão de Posse, Jones Figueirêdo entregou a Medalha e Diploma de Honra ao Mérito Juiz Aluiz Tenório de Brito para o presidente do TJPE, desembargador Adalberto Oliveira de Melo. Os desembargadores Eurico de Barros Correia e Eduardo Sertório e o juiz Saulo Fabianne, reempossado no cargo de supervisor da Escola Judicial (Esmape), também receberam a mesma comenda, dentre outros agraciados. No momento de assinatura do termo, o desembargador Eurico de Barros parabenizou Jones Figueirêdo, e, dirigindo-se à audiência, afirmou que pela “excelência acadêmica e jurídica, por ser visionário, Jones, é a pessoa mais indicada a comandar a Escola Judicial do TJPE”.

Mesa de Honra – Além dos desembargadores Adalberto de Oliveira Melo e Leopoldo Raposo, dos ex-diretores dos novos dirigentes e do supervisor da Esmape, também compuseram a mesa do evento o corregedor-geral da Justiça, Fernando Cerqueira; o presidente da Associação dos Magistrados Estaduais de Pernambuco, juiz Emanuel Bonfim; o presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, Manoel Erhardt; o presidente da Ordem de Advogados do Brasil em Pernambuco, Ronnie Duarte; o presidente do Instituto de Advogados de São Paulo, Mário Delgado; o diretor da Escola de Advocacia da OAB-PE, Carlos Neves Filho; e o presidente do Instituto dos Advogados de Pernambuco, Mário de Abreu Pinto.

Notícias relacionadas

Escola Judicial de Pernambuco tem novo diretor-geral

Esmape tem nova sede
...........................................................................................................
Texto: Izabela Raposo | Ascom TJPE
Fotos: Alesson Freitas | Agência Rodrigo Moreira