Últimas Notícias em destaque

Voltar

São Bento do Una conta agora com 2ª Vara da Comarca

Magistrados descerram placa de inauguração

A solenidade de inauguração contou com a presença do presidente do TJPE, desembargador Adalberto de Oliveira Melo, além de servidores e magistrados do Judiciário estadual

A conquista de uma maior celeridade processual, buscando um atendimento mais eficaz às demandas do jurisdicionado. Com esse objetivo, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) inaugurou, na sexta-feira (5/10), a 2ª Vara da Comarca de São Bento do Una, no Agreste pernambucano. O acervo da comarca, estimado em 6,1 mil processos, agora será distribuído entre as duas unidades judiciárias do Fórum Doutor Geraldo de Souza Valença. A solenidade de inauguração contou com a presença do presidente do TJPE, desembargador Adalberto de Oliveira Melo, além de servidores e magistrados do Judiciário estadual e representantes do Ministério Público, da Defensoria Pública, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e do Poder Executivo Municipal. Confira as fotos da visita no álbum do Poder Judiciário estadual no Flickr.

Instalada no Fórum da Comarca, que possui aproximadamente 453 metros quadrados de área, a nova unidade judiciária contará com sala de audiências, uma secretaria e um gabinete para o juiz. O prédio, onde já funciona a 1ª Vara, dispõe também de um arquivo, um plenário do Tribunal do Júri e salas destinadas aos representantes do Ministério Público, da Ordem dos Advogados do Brasil e da Justiça Eleitoral. O projeto de readequação das salas foi realizado pela Diretoria de Engenharia e Arquitetura e a reforma da estrutura coube à Diretoria de Infraestrutura do Tribunal. A equipe que atuará na unidade é formada pela juíza Priscila Maria de Sá Torres Brandão, um oficial de justiça, e mais cinco servidores, sendo quatro na secretaria e um no gabinete da magistrada. O atendimento ao público no local é realizado das 8h às 17h.

“Com a divisão da tarefa entre duas unidades, todos são beneficiados. Ganham nossas equipes, com melhores condições para o exercício das atividades. Ganham nossos parceiros e demais operadores do Direito, com avanços no atendimento. Mas ganha, principalmente, a população, com a solução mais rápida das demandas trazidas à Justiça. Parabéns a todos os envolvidos para a realização deste sonho, da Administração do TJPE às equipes de apoio e execução. Desejo sabedoria e sucesso aos servidores desta casa”, declarou o presidente do TJPE, desembargador Adalberto de Oliveira Melo, durante a solenidade de inauguração da nova unidade.

O diretor do Fórum do município, juiz Fernando Rapette, falou do apoio que recebeu da Presidência do TJPE, de representantes da magistratura, da OAB e do executivo municipal para a conquista da segunda unidade judiciária da comarca. “Todos foram grandes parceiros para a concretização desse objetivo. O desembargador Adalberto de Oliveira Melo se mostrou sensível ao nosso pleito e vai permitir que tenhamos aqui uma maior agilidade processual. Temos um grande acervo. E quem sai ganhando com essa nova estrutura é o jurisdicionado, com a solução mais rápida de seus litígios e uma Justiça mais eficiente”, disse.

Presidente discursando entre juíza e juiz

O presidente do TJPE destacou a celeridade processual com a divisão das tarefas entre as duas unidades judiciárias

Para a juíza Priscila Maria de Sá Torres, designada titular da 2ª Vara da Comarca, a unidade recém-instalada representa o início de uma fase promissora da Justiça no município. “Conheço a realidade dessa comarca já que trabalhei aqui como juíza substituta e sei da importância desse ato de hoje. Julgamos aqui processos cíveis, da área de família, criminais e de infância e juventude que agora serão tramitados de forma mais rápida. Então, isso colabora de forma decisiva para que consigamos o principal objetivo da Justiça, que é pacificação social. Só tenho a agradecer e parabenizar a iniciativa da atual gestão do Tribunal e de todos que se sensibilizaram com nosso pleito”, afirmou.

A prefeita do município, Débora Almeida, ressaltou o atendimento às necessidades do Judiciário e da população do Interior do Estado pelo presidente do TJPE. “Vejo que o Tribunal não está restrito a atender só às demandas da Capital. Há essa sensibilidade de ver o que o jurisdicionado do Interior necessita, isso acrescenta muito na estrutura e no trabalho promovidos na Justiça. Hoje estou muito feliz porque a população da cidade terá um serviço mais eficaz na solução de seus conflitos”, observou.

Presentes – Participaram também do evento, o diretor-geral do TJPE, Ricardo Lins; o assessor especial da Presidência, juiz João Targino; o diretor do Foro do Recife, juiz Gleydson Lima; o presidente da Associação dos Magistrados de Pernambuco (Amepe), juiz Emanuel Bonfim; o corregedor da 1ª Entrância, juiz Marcus Vinícius Rabelo Torres, representando o corregedor-geral de justiça, desembargador Fernando Cerqueira; o secretário judiciário Carlos Gonçalves; o diretor de Infraestruura do Tribunal, Henio Siqueira Santos;  o secretário de Gestão de Pessoas do TJPE, Marcel Lima; e o presidente da Subseccional da OAB de Belo Jardim, Wellington Cadete.

....................................................................................................................
Texto: Ivone Veloso | Ascom TJPE
Fotos: Assis Lima | Ascom TJPE