Últimas Notícias em destaque

Voltar

TJPE promove curso de Direito Inclusivo com foco no Transtorno do Espectro Autista (TEA)

Público assiste à palestra

O público alvo são os assessores dos magistrados

A Escola Judicial de Pernambuco (Esmape), em parceria com o Memorial da Justiça, promove o curso de Direito Inclusivo com ênfase no Transtorno do Espectro Autista (TEA). As palestras do curso abordam assuntos como as barreiras enfrentadas por uma pessoa com TEA; o que um autista precisa para ter um bom desenvolvimento; fala de alguns grupos engajados na causa do autismo em Pernambuco; e trata também da relação da família com o autismo. A atividade começou na terça-feira (11/7) e segue até esta quinta (13/7) no Edifício Anexo do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) localizado no Recife Antigo. O público alvo são os assessores dos magistrados. Confira mais fotos no Flickr do Judiciário pernambucano.

A iniciativa de contribuir para a formação dos servidores surgiu após a coordenadora do Grupo Super Mães, Paula Carolina, perceber a necessidade de as pessoas conhecerem mais profundamente o tema “Transtorno do Espectro Autista”. A ideia chegou até a chefe do Memorial da Justiça, Mônica Pádua, que apresentou o projeto ao diretor-geral, desembargador Eurico de Barros, e ao supervisor e secretário executivo da Esmape TJPE, juiz Saulo Fabianne. O Grupo e o Memorial são parceiros em ações de inclusão.

Os magistrados aprovaram a iniciativa e decidiram não só dar início ao curso, mas também criar o Programa Permanente de Direito Inclusivo para abordar o tema de forma contínua no Judiciário estadual. A atividade é o segundo evento do programa que teve início em abril deste ano. No primeiro dia do curso, a neurologista Vanessa Van Der Lindem foi a convidada para apresentar a palestra sobre o Transtorno do Espectro Autista.

Vanessa Van Der Linden é neuropediatra, mestre em pediatria pela Universidade de São Paulo (USP), e tem vasta experiência em transtorno do desenvolvimento infantil. Ela falou da relevância de capacitar os servidores sobre o tema. “É muito importante que as pessoas conheçam mais sobre o Transtorno do Espectro Autista. A dificuldade de tratamento é muito grande, e estamos aqui para esclarecer as dúvidas sobre o assunto”, disse.

Vice-diretor da Esmape TJPE, o desembargador Eduardo Sertório acompanhou o curso e parabenizou os idealizadores do projeto. “Esta formação demonstra a necessidade que temos de conviver com as diferenças e incluir as pessoas que possam eventualmente se encontrar à margem.” O desembargador também comentou a forma como a convidada ministrou a palestra. “Parabenizo a professora Vanessa Van Der Lindem, uma profissional extremamente competente e a maneira como ela transmite seus conhecimentos. Vim e estou aprendendo bastante”, afirmou o magistrado.

Além da neuropediatra, o curso de Direito Inclusivo receberá palestrantes como a pedagoga Lauriceia Tomaz, mestre em educação pela Universidade Federal da Paraíba; a pedagoga e assistente social Ana Cláudia Albuquerque, especialista em desenvolvimento da capacidade humana; e o bacharel em Direito Tiago Arruda Cardoso, que atua em ações sociais e voluntárias dirigidas à inclusão escolar, notadamente para crianças no contexto do espectro autista.
........................................................................................................
Texto: Rayama Alves | Ascom TJPE
Revisão: Francisco Shimada | Ascom TJPE
Fotos: Agência Rodrigo Moreira