Notícias Notícias

Voltar

TJPE firma parceria com Alepe para incentivar a adoção de crianças e adolescentes

Representantes das instituições responsáveis pela execução do termo de cooperação técnica

Representantes das instituições responsáveis pela execução do termo de cooperação técnica

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) firmou, na terça-feira (19/9), um Termo de Cooperação Técnica com a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) para desenvolver campanha que incentive à adoção de crianças e adolescentes. Integram também a parceria o Ministério Público (MPPE) e a Defensoria Pública do Estado, dentre outras instituições. Dados do Cadastro Nacional de Adoção, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contabilizaram 1.107 pretendentes e 304 crianças adotáveis atualmente em Pernambuco. O motivo para o número de candidatos a pais e mães ser mais do que o triplo de crianças a espera de um novo lar no Brasil está no perfil preferido pelos pretendentes. Cerca de 70% dos adotantes preferem crianças com menos de três anos de idade.
 
“A parceria entre o TJPE, a Alepe, a Defensoria Pública, o Ministério Público reflete o engajamento, o sentimento de união que move em atividade revertida para o bem da sociedade. Trata-se de uma ação de cidadania, um compromisso assumido por todos nós em busca de priorizar ações em favor de crianças e adolescentes, daqueles que se encontram em abrigos para adoção, esclarecendo dúvidas e contribuindo para o real significado da promoção da justiça social”, afirmou o presidente do Judiciário, desembargador Leopoldo Raposo.

A Alepe produzirá material publicitário de divulgação. Também caberá à Assembleia acompanhar e fiscalizar a execução do termo. “Prestaremos todo o apoio necessário para serem alcançados os objetivos, além de divulgar o projeto em mídias sociais e outros meios de comunicação”, afirmou o presidente da instituição, deputado Guilherme Uchoa. As atividades serão acompanhadas pela Frente Parlamentar da Primeira Infância, coordenada pela deputada Simone Santana. 

O coordenador da Infância e Juventude do TJPE e presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), desembargador Luiz Carlos Figueiredo, destacou a relevância do trabalho desenvolvido por Pernambuco na área de adoção. “O estado é pioneiro em várias iniciativas no segmento. A Infância e Juventude daqui é padrão de trabalho para todo o país. Esperamos contribuir da melhor forma possível para conquistarmos resultados que contribuam de forma efetiva para proteção e desenvolvimento da criança e do adolescente em Pernambuco”, observou.
...........................................................................................................................
Texto: Ivone Veloso | Ascom TJPE - Com informações da Alepe
Revisão: Francisco Shimada | Ascom TJPE
Foto: Jarbas Araújo | Ascom Alepe