Notícias Notícias

Voltar

Vara da Infância e Juventude intensifica atuação do Programa Acolher em Vitória

Em seis meses, 186 profissionais de saúde passaram pela atividade

 Equipes reunidas em sala de aula

Equipe multidisciplinar da Vara capacitou profissonais de saúde do município de Vitória de Santo Antão

A Vara Regional da Infância e Juventude da 4ª Circunscrição (VRIJ), localizada em Vitória de Santo Antão, promoveu, no período de julho a dezembro/2017, cursos de formação sobre o Programa Acolher para 140 Agentes Comunitários de Saúde, dez médicos e 36 enfermeiras, que atuam no Programa Saúde da Família (PSF) do município. Em 2016, os profissionais que trabalham nas maternidades do Hospital Regional João Murilo e da Associação de Proteção a Maternidade e a Infância (APAMI), ambos situados em Vitória, também foram capacitados.

O Programa Acolher consiste na implantação de serviços jurisdicionais para o atendimento de mulheres que expressem o desejo de entregar o filho para adoção. As ações do programa buscam evitar que crianças sejam expostas a abandono, infanticídio e adoção ilegal. Desde a implantação em abril de 2015, até este mês, a Comarca atendeu sete mulheres e oito crianças, sendo que duas delas foram para adoção (grupo de irmãs); e seis permaneceram com a família biológica.

“Nas 12 capacitações que promovemos, foi esclarecido que o Acolher pretende sempre evitar que crianças sejam expostas a situações de risco, e, para isso, busca-se atender e encaminhar as genitoras sem qualquer tipo de preconceito ou constrangimentos. Ressaltamos que a Justiça prioriza a possibilidade da criança permanecer em sua família de origem, caso entenda viável, antes da mãe entregá-la para adoção, com todo o respeito a decisão da mãe”, esclarece a magistrada da Vara Regional, Ana Paula Borges.

“O objetivo do treinamento foi uniformizar as metodologias de trabalho direcionadas ao atendimento de mulheres alcançadas pelo Acolher”, explica a coordenadora do Núcleo Interprofissional, a assistente social Mônica Oliveira. A servidora lembra que a capacitação tem como base o Termo de Cooperação Técnica, renovado em novembro de 2017, entre a VRIJ de Vitória e toda a rede de proteção social à criança e ao adolescente.

Além das maternidades da cidade e da Secretaria de Saúde, o Termo de Cooperação Técnica com a VRIJ foi assinado pela Promotoria da Infância, Juventude e de Cidadania; a Defensoria Pública; secretarias municipais de Assistência Social, Executiva da Mulher; e os conselhos Tutelar e Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente.

...........................................................................
Texto: Izabela Raposo | Ascom TJPE
Foto: Divulgação | VRIJ