Últimas Notícias Últimas Notícias

Voltar

Corregedoria institui Mutirão com retirada de certidões para pessoas que perderam documentos com as chuvas que atingiram o Estado

A Corregedoria Geral da Justiça de Pernambuco (CGJ-PE) publicou, nesta segunda-feira (20/6), um ato que institui o Mutirão da Cidadania. A iniciativa conjunta com a Ouvidoria Geral de Justiça, autoriza, em caráter excepcional, os Ofícios de Registro Civil das Pessoas Naturais dos Municípios do Recife e os que integram a sua Região Metropolitana, a prestar os serviços necessários para a emissão de 2ª via de certidões de casamento, nascimento e óbito, nos abrigos onde se encontram pessoas que tiveram seus documentos perdidos ou inutilizados em decorrência das chuvas que atingiram o Estado de Pernambuco.
 
A ação será realizada em parceria com a Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de Pernambuco -ARPEN-PE. O corregedor-geral da Justiça de Pernambuco, desembargador Ricardo Paes Barreto, destacou a preocupação da Corregedoria com as pessoas mais impactadas pelas chuvas. “Diante das fortes chuvas que assolaram nossa região aqui do Recife, Grande Recife, Mata Norte e Mata Sul, tivemos o sentimento e a preocupação de prestar um serviço de utilidade pública a essas pessoas que perderam de tudo. Essas pessoas receberão os cartórios sem ônus, sem custo e, nos próprios abrigos, vamos tirar a segunda via de documentos de certidão de nascimento, certidão de casamento, certidão de óbito. É o mínimo que nós podemos fazer e devemos fazer por essas pessoas tão sofridas”, esclareceu o magistrado.
 
A iniciativa contemplará, inicialmente, as cidades do Recife, de Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Paulista e Camaragibe. Os documentos serão emitidos gratuitamente. Responsáveis pelos cartórios irão até os abrigos, aplicarão formulários para obter informações das pessoas e emitirão certidões. As primeiras visitas acontecem no dia 27 de junho.
 
...................................................................................................
Texto e foto: Rebeka Maciel | Ascom CGJ-PE